Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Demorei mais de 1 ano para falar sobre isso abertamente com meus pais e agora com vocês, mas para alguns amigos meus isso já não é novidade e obrigada por quem me ajudou e reconhece isso, sem vocês eu não estaria aqui falando sobre isso e eu realmente senti que era hora de ser pra outras o que já foram pra mim quando eu precisei. Certamente é de uma forma indireta, mas que pode ajudar e eu sei que vai ajudar as pessoas que necessitam ler algo do tipo.

Esse fato aconteceu no dia 04/02/2017 e não irei me prolongar sobre o fato que me levou a isso, porque não acho relevante e sei que existem pessoas que querem nosso mal, então me expor aqui sobre o sentimento e o motivo da época não é o objetivo, mas mostrar que: as coisas sim podem dar certo, não é porque um dia foi ruim que todos irão ser e tudo bem não estar bem o tempo todo.
Não quero chamar atenção, não quero luzes sobre mim, não quero a pena de vocês, mas a ATENÇÃO sobre esse assunto tão ignorado e ainda inferiorizado pela sociedade. Falo pela pessoa que “do nada” se sente mal e que o coleguinha muitas vezes diz “é coisa de bêbado”, “vai passar” “essas coisas acontecem”… NÃO, NÃO passam com facilidade, NÃO acontecem por acontecer e NÃO é sem motivo. Talvez alguns sentimentos vocês não entendam porque os sentem, a famosa “bad”, “tô triste do nada” “não sei o que acontecendo comigo”, porque alguns sentimentos estão enraizados, mal resolvidos e enquanto vocês não se permitirem reconhecê-los ou perceber/procurar ajuda profissional eles não irão deixar de reaparecerem em alguns momentos. Talvez você leia esse texto e me diga que não é fácil, que não vai passar e eu sei bem disso, sei desses sentimentos reprimidos, dessa vontade insana de querer mostrar que está bem e na verdade quando chega em casa a solidão bate e muitas vezes você nem entende porque isso acontece. Talvez você seja religioso e sinta que a falta dessa prática e a procura em algo sobrenatural seja a real razão (se pra você isso é referência), talvez culpe seus pais, talvez se culpe, culpe seus amigos..
A depressão e o suicídio não são assuntos paspalhos, devemos falar sobre isso sim, estamos no setembro amarelo e não é só por isso que estou fazendo isso não, mas sim porque como eu lido com isso e como eu vou lidar futuramente em minha profissão, eu sei que já posso fazer a diferença mesmo antes, porque muitas pessoas se sentem assim e chegam a esse extremo que eu cheguei ou até mesmo pior.
Por muito tempo da minha vida eu me senti insegura, substituível, fraca (só pelo fato de chorar), rejeitada e deslocada, e eu sei que esses sentimentos não são únicos e meus, mas de muitos.
Hoje eu lido melhor com isso, porque como eu sempre digo: os pais e os amigos de verdade são as melhores pessoas para você contar e se você confia neles, então se abra com eles, exponha suas dores, porque amigo não é só pra sair por ai bebendo, indo pra festas, curtindo a noite e voltando pra casa sem conseguir andar e se o seu amigo te procura apenas pra isso e quando você vai se abrir ele inferioriza seus sentimentos, arrume outros, porque amigo que é amigo, se importa e está lá pra você.
Não se sinta sozinho e nem queira estar sozinho, procure alguém em que confie, fale até com o cachorro se necessário e chore, chore tudo o que tiver pra chorar, porque nada mais insuportável do que guardar sentimentos negativos e que corroem a alma, do que ter que vestir uma máscara e sorrir o tempo todo e chegar em casa e sentir que nada daquilo te preencheu, que nada aquilo te faz bem e achar que naquele “momento de alegria”, “felicidade real” tudo aquilo já não existe mais, porque as máscaras caem e ao se deparar com você mesmo aquilo tudo volta.
Alegria é momentânea: passa, felicidade não, então não tente disfarçar sua dor e sua angústia em bebida, festas e bocas, porque depois é você com você e esse vazio terá uma proporção muito maior do que antes, NÃO finja e desmitifique sua dor e nem a do coleguinha, NÃO confie em todo mundo para se abrir, porque não sabemos quem quer o nosso mal, NÃO se esconda atrás de máscaras, não tem nada de errado em estar triste, ERRADO é achar que está tudo bem e mentir para si mesmo, NÃO parem de prestar atenção naquele amigo que te conta alguma coisa, pode ser um SOCORRO e ele apenas não sabe como deixar isso mais explícito, NÃO ache e nem fale pra outra pessoa que existem problemas maiores e piores que os dela (não INFERIORIZE), NÃO deixem as pessoas quando elas mais precisam, é nesse momento em que ela está sensível e as vezes só precisa de um “estou aqui”, SEU desinteresse ou “falta de tempo” pode ser um gatilho para alguma atitude que ela possa cometer, NÃO desista de você e das outras pessoas, TENHA EMPATIA, você não sabe o dia de amanhã, NÃO fale nada da boca pra fora, amanhã pode ser muito tarde, NÃO se afaste só porque ela tem problemas, todos nós temos e estamos todos os dias enfrentando uma guerra, seja gentil. EU não sou exemplo, porque não sou perfeita e ninguém é. SEJA você mesmo, você não é o que te definem, muito menos o que falam sobre você, você se conhece, você é melhor que qualquer ”fofoca alheia”, você é INCRÍVEL, PODE ACREDITAR.

Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

É como Freud disse: “Um dia quando olhar pra trás, os anos de luta lhe parecerão os mais bonitos.”

Oliveira Atacarejo

Autor anônimo.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560
ALE-RO