Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Um menino de apenas três anos levou socos tão fortes do namorado de sua mãe que seu intestino se rompeu. Para piorar, a mãe do pequeno Riley, Kayleigh Siswick, se recusou a levar o filho para o hospital, justamente para evitar que o namorado, Kyle Campbell, fosse preso.

Como consequência da agressão e da falta de atendimento, o pequeno faleceu. A lesão em seu intestino levou a uma infecção que causou sua morte. Ele faleceu em casa.

Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

O triste caso ocorreu em Huddersfield na Inglaterra no dia 4 de fevereiro de 2016. Mas o julgamento só está acontecendo nesta quinta-feira (02/05).

Oliveira Atacarejo

Durante o julgamento, o promotor do caso, Robert Smith, afirmou que considerando as lesões que o pequeno Riley sofreu, ele certamente estava com fortes dores e qualquer adulto teria percebido isso. O promotor também afirmou que a mãe optou por não levar o filho ao hospital justamente para proteger seu namorado. “O caso do Riley era uma emergência médica, sua condição era algo óbvio para qualquer adulto”, afirmou Robert durante o julgamento.

O promotor ainda revelou que os paramédicos só foram chamados DOIS DIAS após as agressões, mas quando eles chegaram Riley já havia falecido. No julgamento ainda foi revelado que a mãe e o namorado mentiram para a polícia, pois inicialmente haviam alegado que a criança não aparentava ter nenhum problema. O namorado irá responder por homicídio e a mãe por ter sido cúmplice. O julgamento ainda está acontecendo.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560