Justiça determina prisão de pai, mãe e tio de bebê que morreu estuprada em RO

691
Super Ótica, Fone: (69) 3451-2164

Na manhã deste sábado (14), a justiça determinou a prisão do pai, mãe e tio do bebê de apenas 8 meses que morreu na manhã desta sexta-feira (13), após ter sido estuprada e asfixiada em sua residência na Rua Geraldo Pataxó, bairro Lagoinha na região leste da capital.

A mãe contou aos policiais que amamentou a criança pela manhã e que ela dormiu em seguida, após alguns minutos adormeceu também, e quando acordou momentos mais tarde viu a ciança com as partes íntimas toda ensanguentada desesperada chamou o pai que estava em uma residência em frente a sua.

A bebê foi levada para a UPA mas segundo os médicos ja teria chegado sem vida.

A prisão é por cinco dias e o inquérito foi enviado para a Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV).

A prisão poderá ser renovada por mais cinco dias e até transformada em preventiva.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560