Super Ótica, Fone: (69) 3451-2164

Um fato curioso aconteceu na cidade de Beja, localizada em Portugal. Um médico de 50 anos acabou morrendo nesta sexta-feira (20), vítima de uma parada cardíaca, dentro do próprio hospital onde trabalhava. No momento, ele estava atendendo 9 pacientes, vítimas de um grave acidente automobilístico envolvendo a colisão frontal entre dois veículos. Uma delas estava em estado grave.

De acordo com o noticiário local Jornal de Notícias, o profissional da saúde estava escalado para o atendimento clínico do hospital no momento da tragédia. Com a chegada dos 9 acidentados, com múltiplos ferimentos, ele acabou não aguentando a pressão, e veio a óbito. Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas, e tentaram transferir o médico às pressas para o Hospital do Espírito Santo, também localizado em Beja. Todavia, o homem não resistiu ao ataque cardíaco, e morreu.

Ao médico, estava incumbida a missão de receber os pacientes que davam entrada ao hospital. Segundo o jornal Confina Media, o profissional da saúde era da Espanha, e os acidentados eram africanos, que trabalhavam em grupo em uma área de agricultura da região.

Oliveira Atacarejo

As suspeitas das causas do acidente são um forte nevoeiro que atingiu a região na manhã da sexta-feira. Oito, das nove vítimas, tiveram apenas ferimentos leves e, após o atendimento médico, receberam alta hospitalar.

Já o condutor de um dos veículos, segue internado em estado grave. Ele acabou ficando preso nas ferragens por conta da colisão e precisou ser resgatado pelos socorristas para conseguir se livrar do emaranhado de ferro retorcido.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560