Super Ótica, Fone: (69) 3451-2164

Uma travesti de 20 anos sofreu tentativa de homicídio nesta quinta-feira (17) após cobrar o programa sexual de um cliente de 33 anos na zona Norte de Porto Velho (RO). O suspeito e um comparsa de 21 anos foram presos.

A vítima disse que foi até o condomínio onde o suspeito mora, no bairro Nova Esperança para fazer a cobrança de um programa sexual que fez com ele durante toda essa madrugada, na ocasião os dois usavam droga do tipo crack.

No entanto, a travesti ao chegar no local foi agredida e colocada em carro pelo então cliente e o comparsa dele. A vítima foi levada para um lugar de matagal nas proximidade de um motel na BR-364, sentido Candeias e lá foi agredida e enforcada com uma corda.

Oliveira Atacarejo

A travesti informou que se fingiu de morta para que a dupla fosse embora e a deixasse caída no matagal. Após a fuga dos suspeitos, a vítima caminhou até o Ministério da Agricultura na BR-364, e pediu ajuda do vigilante. Uma equipe de resgate foi acionada e levou a travesti para a policlínica Ana Adelaide.

A Polícia Militar foi acionada e através de informações da vítima conseguiu localizar e prender a dupla. O suposto cliente contou outra versão. Ele disse que conheceu a travesti há uma semana em um bar nas proximidades da rodoviária e nesta madrugada foi novamente ao comércio.

Segundo ele, a travesti teria se aproximando e pedido a quantia de R$ 100,00, caso contrário ia dizer para todos que ele gostava de ter relação sexual com homossexual.

O suspeito afirma que entregou o dinheiro, mas após um certo tempo a travesti teria retornado pedindo mais uma certa quantia, o que foi recusado. Após ouvirem as versões dos envolvidos, os policiais deram voz de prisão para o homem de 33 anos e o amigo dele de 21 anos. A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560