Por volta das 5h da  manhã de domingo, na rua Prudentes de Moraes, bairro Areal, em Porto Velho, Diná de 55 anos, acionou a Polícia e denunciou uma tentativa de estupro.

Ela disse que estava dormindo, quando ouviu gritos de uma criança, e saiu pra ver do que se tratava, e percebeu que eram gritos de socorro, de uma menina de 10 anos.

Na narrativa, ela contou que António S.R. de 45 anos, passando as mãos nos seios da vítima que saiu correndo.

Oliveira Atacarejo

A dona da casa, identificada por  Maria, esposa de Antônio, acordou e ao ser perguntada sobre o ocorrido, disse não ter visto nada.

As duas foram até  o quarto e tentaram acordar o António, que supostamente fingiu estar dormindo. Quem acabou com o sono do Antônio foram os policiais após pedirem autorização da dona da casa para entrar no quarto e dar voz de prisão ao acusado.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560