Um padre de 33 anos é acusado de abusar sexualmente de ao menos três coroinhas de sua paróquia. Os estupros e assédios teriam ocorrido nas cidades de Rondonópolis e Alto Garças, ambas em Mato Grosso.

Conforme o boletim de ocorrência, um dos abusos teria começado após uma confissão, quando o padre se aproximou do adolescente. Com o passar do tempo, começou a pedir fotos do menino sem roupas e a levá-lo ao shopping. Outros dois coroinhas também denunciaram o sacerdote.

Pouco depois, o sacerdote teria levado o adolescente para a casa da avó dele, onde o garoto teve a primeira relação sexual, aos 13 anos. Eles passaram anos se encontrando. Em 29 de julho deste ano o adolescente disse ao padre que não queria mais se relacionar com ele.

Oliveira Atacarejo

O menino relatou, ainda, que o padre deu o número dele para outro sacerdote, com quem ele também se encontrou, quando tinha 15 anos. Esse segundo padre consta no boletim de ocorrência como “suspeito”.

A vítima relatou ainda o padre lhe contou já ter mantido relação com outro coroinha. O menino teria ameaçado denunciá-lo, mas ganhou um celular para ficar em silêncio.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560