O comerciante de 50 anos, que assassinou a facadas o suposto amante da mulher, em Valinhos-SP, filmou uma parte do homicídio. As imagens gravadas por ele e que circulam nas redes sociais mostram o momento em que ele espanca sua então esposa no carro, enquanto corre e esfaqueia seu amante.
O responsável pelo homicídio informou que gravou a cena para mostrar aos filhos, a traição da mãe. As imagens estão sendo analisadas pela polícia. O vídeo mostra claramente o momento em que o comerciante bate com a faca na mulher e depois quando ele corre atrás do amante.
As imagens não mostram o momento em que a vítima, Valmir Severino, de 53 anos, joga uma impressora contra o responsável do crime, mas dá para ouvir barulhos. Segundo o advogado de defesa, Antônio de Oliveira Lima Júnior, o golpe ocorreu neste momento.
“O amante é bem mais alto e forte do que ele. Quando ele viu que o amante estava com alguma coisa na mão, ele foi se defender. Ele não tinha intenção de matar”, disse o advogado.
A vítima corre por alguns metros até cair. Nas imagens, desfocadas, mostram quando o aposentado corre em direção a pessoas presentes no local e depois quando ele tenta se esconder atrás de uma lixeira. Em seguida, a vítima tenta se manter em pé, mas logo cai.
O aposentado era amigo do casal e ficou viúvo há seis meses. Eles moravam no Jardim Campos Eliseos, em Campinas. O crime aconteceu a algumas quadras do salão onde trabalha a mulher. O comerciante encontrou a mulher dentro do carro do amigo, em atitudes suspeitas, segundo alegou para a polícia.
“O vídeo mostra só uma parte da briga e não o momento que meu cliente flagrou a mulher beijando o amante. Antes destas imagens, ele para o carro, desce do veículo, vai até o carro onde eles estavam e briga. A mulher sai do carro e dá uns tapas no meu cliente. O amante também.
“Meu cliente estava sem o celular. Então ele vai o carro, pega o celular e a faca, que sempre carrega no carro, por hábito, e volta. A partir daí começa a filmar para mostrar aos filhos”, contou Lima Júnior. “Meu cliente gravou o vídeo só para comprovar a traição e não tinha a intenção de matar ninguém. Ele está colaborando com as investigações e tem ciência do que ele cometeu. Mas foi em um momento que ele perdeu a cabeça” .
A mulher fugiu com o carro do marido, mas abandonou o veículo ainda em Valinhos. O comerciante usou o carro do amigo para fugir, mas também abandou o veículo no estacionamento da Havana, ainda em Valinhos.
Em depoimento à polícia, o comerciante alegou que o crime não foi premeditado e que estava arrependido. Ele se entregou na última segunda-feira, acompanhado do advogado.
O delegado Júlio César Brugnoli disse que o inquérito continua aberto e deve ser concluído em 30 dias. A polícia vai aguardar a conclusão dos laudos periciais e ouvir outras testemunhas. Só então, o delegado vai decidir se pedirá ou não a preventiva do comerciante. Enquanto isso, ele responde em liberdade. Veja vídeo:

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560