Após capturar mais de mil pombos em seis escolas municipais da Prefeitura de Vilhena durante o ano de 2019, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) se prepara para retomar a captura de pombos em bens públicos do município através da falcoaria a partir desta sexta-feira, 7. A técnica tem mostrado ótimos resultados e resolveu problemas crônicos de muitos anos em unidades de ensino da cidade.

De março a dezembro de 2019 foram capturados mais de mil animais em quadras esportivas, forros, telhados, muros e diversos prédios públicos das escolas municipais de Vilhena. Os pombos foram apanhados e eutanasiados (sacrificados) segundo a resolução n° 1000 do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) e a resolução n° 301 do Conselho Federal de Biologia (CFBio), que determinam os procedimentos a serem adotados.

Oliveira Atacarejo

A escola municipal Abílio Juliano Nicolielo Neto, uma das seis instituições que foram beneficiadas pela captura de pombos, foi a que teve um dos melhores resultados. “A quadra da escola estava infestada de pombos e a sua utilização estava inviabilizada há mais de quatro anos. Hoje já não temos mais este problema, as crianças podem brincar tranquilamente. Não há mau cheiro e não há mais pombos: é um lugar seguro para nossas crianças”, comemora Eliane de Vargas, diretora da escola.

“A falcoaria é regulamentada no município e é disponibilizada apenas para entes públicos municipais pela Semma. É importante ressaltar de tempos em tempos o gavião passa pelo processo de renovação das penas, que é uma etapa natural, e, por isso, nesse período não é possível utilizá-lo. Aproveitamos esse período para fazer uma reposição nutricional a fim de que o gavião volte agora em 2020 às suas atividades na ‘melhor forma’”, explica Marcela Almeida, secretária municipal de Meio Ambiente.

A partir deste mês a Semma realizará o trabalho na feira livre do Centro, no prédio do antigo “Verdurão” (onde em breve deverá ser a nova sede da Secretaria Municipal de Agricultura) e fará vistorias em todas as escolas municipais para identificar quais delas precisam do controle de pombos.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560