Cada vez mais, os atletas de Rondônia estão conquistando o seu espaço em competições nacionais e internacionais. Procurando ampliar o número desses atletas patrocinados pelo programa Bolsa Atleta, o Governo de Rondônia concedeu mais 53 bolsas para apoiar financeiramente esportistas de diversas modalidades.

As inscrições para concorrer ao programa seguem abertas até 16 de março. Informações sobre as inscrições podem ser obtidas no site do programa.

Atualmente, cerca de 47 atletas fazem parte do programa da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel). Esse suporte é dado para que o bolsista consiga melhorar o seu desempenho esportivo e tenha a oportunidade de representar o estado em competições, elas sendo olímpicas ou não.

Oliveira Atacarejo
Henrique na China — Foto: Arquivo Pessoal/Henrique Nunes

Henrique na China — Foto: Arquivo Pessoal/Henrique Nunes

Medalhista de ouro no Campeonato Sulamericano de Kung Fu em 2018, Henrique Nunes Santana, de Pimenta Bueno, interior de Rondônia, é uma das promessas do esporte no estado. Beneficiário do Bolsa Atleta na categoria internacional desde 2019, ele também conquistou a medalha de bronze no Campeonato Mundial de Kung Fu, que aconteceu na China.

Henrique conta que tem uma rotina diária de treinos intensos, alternando entre preparação física, musculação e treino marcial para as competições. Para 2020, o atleta diz que a agenda já está lotada com eventos nacionais e internacionais. O mais importante deles, o Campeonato Sulamericano, que acontece no Chile em agosto.

O atleta de Kung Fu se diz otimista pra a 5ª edição do Prêmio Esporte Rondônia, criado pelo Conselho Estadual de Desportos e Lazer (Conedel) e organizado pela Sejucel.

– Eu fui indicado a categoria de “Melhor Atleta” da Federação Rondoniense por todas as medalhas que eu conquistei nos campeonatos. Eu vejo aí uma grande chance de ganhar o prêmio de melhor atleta daqui de Rondônia – conta o esportista.

Entenda o Bolsa Atleta

Atletas de alto rendimento, com idade entre 14 a 28 anos, que sejam destaques no esporte que praticam, podem participar do programa. Os técnicos que apresentarem bons resultados em competições de modalidades olímpicas ou paralímpicas também recebem o apoio do Bolsa Atleta.

Além da ajuda financeira creditada mensalmente, durante um ano, o beneficiado também é contemplado com material esportivo, plano de saúde, auxílio alimentação em locais de competição e despesas com taxas e filiações. Para se deslocar dentro e fora do estado, o atleta também conta com o Programa de Desenvolvimento do Desporto de Rendimento (Proder).

Para que o atleta não tenha sua bolsa cancelada, ele precisa seguir a risca os critérios do Conselho Estadual de Desporto e Lazer (Conedel) e prestar contas sobre o valor recebido a cada 90 dias, além dos resultados em competições.

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560
Mania Mulher