Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Na segunda-feira, 13, um jovem de 29 anos e um idoso de 61 procuraram a Delegacia da Polícia Civil de Vilhena para denunciar que tinham sido vítimas de estelionatários que se apossaram de parcelas do auxilio emergencial de um e do valor de R$303,00 de outro.

O primeiro caso foi registrado no final da manhã pelo idoso, que afirmou ter recebido um e-mail do Serasa alegando que ele possuía uma dívida com a empresa de telefonia OI no valor de R$529,17, porém, se efetuasse o pagamento, receberia um desconto de R$ 225,79.

Preocupado, o homem realizou o pagamento em uma casa lotérica no valor de R$303,38. Logo após, a vítima procurou a representante da empresa Oi na cidade para se informar e descobriu que não havia dívida nenhuma em seu nome.

Oliveira Atacarejo

Já o segundo caso foi registrado durante a noite, quando o comunicante relatou que estava à espera do depósito da segunda e terceira parcelas do auxilio emergencial, do qual havia recebido a primeira através do Banco do Brasil, no entanto, as restantes não caíram na conta.

Acreditando que pudesse ser problema na conta, o jovem tentou abrir outra através do aplicativo Caixa Tem, só que, ao digitar seu CPF, foi informado de que já havia conta naquele banco em seu nome.

Como nunca teve conta na Caixa, o jovem acredita que estelionatários abriram uma em seu nome e se apossaram das parcelas que restavam do benefício.

Fonte: www.folhadosulonline.com.br/

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560
ALE-RO