Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Começaram neste sábado (8), os testes da vacina chinesa CoronaVac, desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, no Hospital São Lucas (HSL) da PUC-RS, em Porto Alegre.

Dez profissionais da saúde que estão atuando no combate à Covid-19 receberam as primeiras doses do imunizante. Eles fazem parte de um total de 852 voluntários escolhidos para participarem dos testes na Capital gaúcha.

A aplicação da vacina está sendo realizada por um grupo de cerca de 20 profissionais do HSL, formado por farmacêuticos, enfermeiros, biólogos e médicos infectologistas.

Oliveira Atacarejo

Ao longo dos próximos dois meses, eles receberão os voluntários selecionados de diversas instituições hospitalares da Região Metropolitana de Porto Alegre para um processo que envolve entrevista técnica, checagem de requisitos, orientações gerais e a aplicação da vacina, que será feita duas vezes em 14 dias.

O acompanhamento dos voluntários deve se estender até o fim de 2021 e a previsão de término das aplicações é em outubro.

Primeiros profissionais a testarem

O primeiro profissional de saúde a receber a vacina foi o médico da UTI do Hospital São Lucas, Luciano Marini.

“Como médico intensivista, tenho passado pelo momento mais desafiador da minha vida profissional. Além dos pacientes estarem muito graves, em situação crítica, há toda questão técnica envolvida, com grande complexidade e também os aspectos emocionais, uma vez que os familiares não podem visitar os pacientes. A perspectiva de uma vacina que agora estamos testando traz a esperança que em breve possamos retornar com segurança ao ‘novo normal’ na nossa sociedade”, comenta.

A enfermeira do Hospital Universitário da Ulbra, em Canoas, Rosecler Silva da Rosa, também esteve entre o grupo que recebeu a injeção neste sábado.

Para ela, participar do estudo é uma motivação extra para continuar o trabalho. “Eu sinto uma esperança, pois além de enfermeira eu sou mãe e penso muito em proteger minha família. Hoje não consigo encostar no meu filho, que é asmático. Dói muito. Estar na linha de frente afeta muito o psicológico, tem dias que tu choras e tem vontade de desistir”, lamenta.

O primeiro dia de vacinação contou ainda com profissionais dos Hospitais Vila Nova, Ernesto Dornelles, Conceição e Clínicas.

Vacina chinesa começa a ser testada em voluntários em Porto Alegre  — Foto: Reprodução / RBS TV

Vacina chinesa começa a ser testada em voluntários em Porto Alegre — Foto: Reprodução / RBS TV

A vacina

A CoronaVac está atualmente na terceira etapa de testes, onde é aplicada em larga escala. A etapa busca comprovar se há eficácia e qual a duração da proteção. O Hospital São Lucas é um dos 12 Centros de Estudos do Brasil, sendo o único do Rio Grande do Sul, que aplicará o insumo e documentará os resultados junto ao Instituto Butantan, de São Paulo.

Das nove mil pessoas que participarão da testagem no Brasil, metade receberá a vacina, e outra metade placebo, uma substância sem efeito algum.

Na prática, o que se espera é que o sistema imunológico dos testados desenvolva anticorpos para o vírus inativado da Covid-19 que está presente na vacina, tornando a pessoa em questão imune ao efeito do vírus ativo caso ela tenha contato com o organismo posteriormente.

Dez voluntários receberam as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 — Foto: Reprodução / RBS TV

Dez voluntários receberam as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 — Foto: Reprodução / RBS TV

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560
ALE-RO