Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

O casal Vanderson Maia e Jaqueline Camer, de Alvorada do Oeste (RO), estão em São Paulo, na cidade de Carapicuíba, o jovem senhor informou que desde o dia em que chegaram naquela cidade, foram muito bem acolhidos, “achamos anjos que nos acolheu muito bem, conhecemos Jonas que morou em Alvorada do Oeste, hoje residindo São Paulo, onde no Hospital das Clinicas está passando por algo semelhante com a filha dele, e nos ajudou muito desde primeiro dia que chegamos para a primeira consulta de minha esposa aqui no Usp no Hospital Universitário.

Vanderson diz que conheceu uma família abençoada que os acolheu até agora, e informa que no dia 08/09, será feito a ultima ultrassom para marcar cirurgia de parto. Segundo o pai das meninas, os exames foram bastante animadores, o caso foi enquadrado nos tipo “B” dos siameses, quadro esse que pode ser feita a separação, no entanto existe uma delas que está com coração com bastante complexidade.

Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

A família precisa de ajuda

Oliveira Atacarejo

“Como estamos em uma cidade grande tudo aqui se torna caro, estamos aqui lutando para concluir nossa jornada, teremos que ficar aqui após a cirurgia de parto até fazer a separação, o intuído da “vaquinha e as doações” são para podermos se manter aqui, estamos tendo o apoio da Igreja Católica, eles estão fazendo um bingo online para arrecadar fundos para nossas Princesas, desde já agradeço a todos que estão apoiando nossas princesas”.

Estamos precisando de ajuda, o que nossos amigos puderem fazer por nós, com certeza Deus os recompensará.

PARA DAR SUA CONTRIBUIÇÃO, VOCÊ PODE USAR O APLICATIVO OU A CONTA CORRENTE

http://vaka.me/1347840?utm_campaign=whatsapp&utm_medium=website&utm_content=1347840&utm_source=social-shares

Ag: 2292-6 – número da conta 20.816-7

Vanderson Maia – CPF: 897.411.102-00

Banco Brasil

Conta poupança – Ag: 1824 – número da conta 17.194-2

Veja abaixo como começou

casal Vanderson Maia e Jaqueline Camer, de Alvorada do Oeste (RO), luta para se mudar para Porto Velho e salvar as filhas Sara e Eloá, que são gêmeas siamesas. As crianças ainda estão no ventre da mãe, vivas por um milagre, segundo narração do pai em um vídeo que está comovendo muita gente. Na gravação ele conta algumas das dificuldades vivenciadas e explica como Deus atendeu às orações.

Vanderson Maia lembrou que os corações do casal foram a mil quando foi descoberto que seriam pais de gêmeos, e ainda por cima idênticos. “Creio que todo casal sonha com isso. Na primeira ultrassom, quando começamos o pré-natal, descobrimos que são siamesas, o que não esperávamos. Estão grudadas do tórax até o umbigo”, acrescentou.

Ele adiantou que inicialmente pensou em fazer um aborto, pois a esposa também corria riscos. “Mas entendemos que não poderíamos interferir nos planos de Deus. Começamos a orar e depositar todo o amor nos dois fetos, para que nossas filhas pudessem crescer juntas”, prosseguiu.

A fé do casal foi posta à prova, porque a ultrassonografia mostrou que um dos fetos era bem menor do que o outro. A médica disse que possivelmente um iria a óbito logo, e em seguida o outro. A gestão não deveria passar de três meses, pois o próprio organismo da mãe se encarregaria de não permitir que a gravidez prosseguisse. Na segunda ultrassom foi percebido que não havia dois corações e que poderia não haver todos os membros.

“Então passamos a orar mais. Em uma outra ultrassom, com outra médica, descobrimos que havia dois corações e todos os membros, que as duas estavam com o mesmo tamanho e o mesmo peso. Vimos que Deus faz coisas que para nós seria impossível. Vimos o milagre que Ele está fazendo em nossas vidas. Querem que a gente vá para Goiânia fazer uma cirurgia, pois existe o risco de que não sobrevivam ao parto, porque uma delas tem um sério problema no coração”, contou Vanderson.

Ele relatou, ainda, que o casal está batalhando para ir para Porto Velho, pois em Goiânia o custo seria muito alto, já que a separação de gêmeos siameses acontece entre um ano e meio e dois, depois de toda uma preparação. “Peço que compartilhem o vídeo e que, quem puder, faça um círculo de oração para que as meninas possam nascer bem. Quanto a nós, vamos fazer de tudo para ir a Porto Velho”, finalizou.

VÍDEO:

Fonte: OportalRO.com

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560