Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Um crime chocou os moradores do bairro Marimbá, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (7). Por não concordar com o fim do relacionamento com a ex-mulher, um homem de 24 anos matou o próprio filho, de apenas 3, na casa em que vive com a mãe.

Conforme a Polícia Militar (PM), a criança foi esfaqueada até a morte e o suspeito ainda transmitiu o assassinato para a ex-esposa através de uma chamada de vídeo no WhatsApp. O menino chegou a ser levado pelos militares para o Hospital Regional de Betim, mas os médicos constataram o óbito no local.

Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Após cometer o crime, o suspeito ainda tentou suicídio e se esfaqueou, mas ele foi encaminhado com vida para atendimento médico e segue internado sob escolta na unidade. O estado de saúde não foi informado pelo hospital.

Oliveira Atacarejo

Ciúmes

O suspeito passava o feriado da Independência com o filho, quando resolveu cometer o crime. A avó do menino estava na casa no momento e conta que o suspeito usou drogas e bebida alcoólica antes do assassinato. Ele não aceitava o fim do casamento e, segundo a mulher, sentia muito ciúme da ex-esposa.

Por volta das 21h30 do último domingo (6), ele ligou para a mãe do menino e pediu que ela fosse buscá-lo. Em seguida, chegou a sair para a rua com uma faca no bolso e ainda enviou um áudio no aplicativo de conversas para a ex dizendo que mataria a criança.

Ao retornar para a residência, ele levou o menino para em um quarto, quando a avó pediu que o entregasse. Porém, o suspeito não permitiu e se trancou no quarto para dormir. Depois de 3h20, o suspeito acordou e começou a gritar que iria assassinar o próprio filho e fez a ligação para a ex-esposa.

A avó acordou e, quando foi até os dois, viu a criança ensanguentada no chão e o autor tentando se matar. Ela saiu para a rua e pediu por socorro, quando apareceu uma viatura da PM. Os militares ainda tentaram levar o menino desacordado para a unidade de saúde, mas ele não resistiu aos ferimentos.

O caso aconteceu na rua Frutal. Assim que receber alta médica, o suspeito ouvido na Delegacia Regional de Betim e deve ser preso em flagrante. A perícia recolheu a faca usada no crime e o corpo da criança foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Fonte: O Tempo

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560
ALE-RO