Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Uma adolescente de 17 anos foi assassinada no começo da madrugada desta quinta-feira (10) no bairro São Pedro, em Vitória, ES. O suspeito do crime é Gustavo David Coutinho (Foto no final), de 19 anos, que teria usado uma serrinha de aço – material utilizado por pedreiros – para cortar o pescoço da namorada Karolina de Souza Silva. Segundo a TV Gazeta apurou, o rapaz confessou o crime à polícia no momento em que foi preso.

O crime aconteceu por volta de 0h10 e foram os vizinhos que detiveram Gustavo, o impediram de fugir e chamaram a polícia. Quando os policiais militares chegaram ao local encontraram Karolina já sem vida. À Polícia Militar, o rapaz afirmou que matou a namorada por ciúmes e disse ela o havia traído.

Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Karolina de Souza Silva, de 17 anos, foi assassinada com um corte no pescoço. Crédito: Reprodução/Redes Sociais

O CRIME

Vizinhos contaram à TV Gazeta que Karolina e Gustavo foram vistos namorando e consumindo bebida alcoólica na escadaria que fica a poucos metros da casa em que aconteceu o crime. Logo depois das 23 horas, eles entraram e, por volta de meia-noite, os vizinhos ouviram apenas um grito de Karolina. Depois disso, Gustavo correu em direção à rodovia Serafim Derenzi, mas foi detido por moradores.

Oliveira Atacarejo

Quando a polícia chegou ao local, por volta de 0h30, o rapaz ainda era contido por populares. Foi Gustavo, depois de confessar o crime, quem mostrou aos militares a casa onde Karolina estava. De acordo com vizinhos, a casa pertence à família do rapaz e a adolescente já havia morado com ele no local. Atualmente a casa está vazia.

OUTRAS AGRESSÕES

Na manhã desta quinta-feira (10), enquanto tentavam liberar o corpo de Karolina, dois irmãos da adolescente conversaram com a reportagem da TV Gazeta e contaram que ela já não estava mais namorando Gustavo. No entanto, por gostar muito do rapaz, a vítima se deixava atrair por ele.

Os irmãos tinham em mãos documentos que comprovam que Karolina já havia sofrido outras agressões por parte de Gustavo. Entre os papéis estava uma medida protetiva da adolescente contra o rapaz, expedida em outubro de 2018.

Por conta da grande aglomeração e comoção popular, a polícia não conseguiu coletar nenhuma informação com as pessoas que estavam no local do crime. Gustavo David Coutinho foi conduzido para o Plantão Especializado da Mulher, em Vitória. Ele foi autuado em flagrante por feminicídio e levado para o Centro de Triagem de Viana.

Gustavo David Coutinho foi preso após assassinar a namorada. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Fonte: A Gazeta

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560
ALE-RO