Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia
Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

O homem executado a tiros, na noite desta quarta-feira, 23, em Vilhena, é o mesmo que, sete anos atrás, matou um agente de viagens de 21 anos, e deixou ferido o pai dele, que tinha 68 anos na época.

Após o crime, em 2013, construtor Nilton Bragança, conhecido como “Tostado” (FOTO), se apresentou à polícia e assumiu ter matado o jovem Eliabi de Oliveira Freitas por vingança.

Campanha de Prevenção ao Coronavírus Governo de Rondônia

Segundo o homicida confesso, ele executou o agente de viagens por ele ter sido, segundo acreditava, o autor do assassinato de sua filha, Mayli Bragança Tavares, com 22 anos na época.

Oliveira Atacarejo

O Folha do Sul Online publicou uma série de reportagens sobre o crime podem ser conferidas nos links abaixo. Ainda não se sabe se a morte de hoje tem ligação com a anterior. O site segue acompanhando os desdobramentos do caso.

RELEMBRE OS DOIS CRIMES CLICANDO NOS LINKS ABAIXO:

Policia tenta identificar moça assassinada em Vilhena por impressões digitais
Mulher assassinada em Vilhena era mãe de menina de 4 anos e bebê de 7 meses
Pai e filho são baleados com arma de uso restrito; rapaz de 21 anos morreu
Exclusivo: carro de jovem assassinado esteve no local onde moça foi executada

Fonte: Folha do Sul Online

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560