Governo de Rondônia

Uma mulher que matou uma grávida e roubou o bebê no Missouri, EUA, em 2004 será executada com uma injeção letal no dia 8 de dezembro deste ano.

A execução de Lisa Montgomery marcará a oitava execução federal neste ano, depois que o governo Trump os reiniciou após uma pausa de 17 anos. Além disso, fazem quase 70 anos que o governo dos Estados Unidos não executa nenhuma mulher, a última foi Bonnie Heady, morta em uma câmara de gás no Missouri em 1953.

Campanha Dengue Governo de Rondônia

Matou grávida e roubou o bebê

Oliveira Atacarejo

Lisa Montgomery foi condenada pelo assassinato de Bobbie Jo Stinnett, de 23 anos, na cidade de Skidmore. Na época, ela fingiu ter interesse em adotar um cachorro da vítima e foi até sua residência para pegar o animal.

No entanto, quando chegou na residência, usou uma corda para estrangular a grávida de 8 meses e enquanto Stinnett ainda estava consciente, e tentando se defender, usou uma faca de cozinha para cortar o útero e retirar o bebê.

Na sequência, ela fugiu levando a criança.

Montgomery foi presa no dia seguinte, depois que a polícia descobriu seu endereço analisando mensagens trocadas com a vítima pelo computador.

Já a recém-nascida foi resgatada e entregue ao pai.

Em 2007, um júri recomendou por unanimidade que ela fosse condenada a pena de morte, mesmo sob a alegação de seus advogados de que ela estava sofrendo de delírios quando cometeu o crime.

Fonte: Verguia com Informações do USA Today

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560