Governo de Rondônia
Um dos principais assuntos dos telejornais no Brasil é a morte trágica de um casal e seu bebê de apenas 7 meses, atingidos pelo desabamento de uma falésia no litoral do Rio Grande do Norte. Um vídeo feito por frequentadores da Praia da Pipa, logo após o acidente fatal, viralizou em todo o país (VEJA AQUI). Uma reportagem do SBT também descreveu como aconteceu o trágico episódio (ASSISTA ABAIXO).

Uma das vítimas da tragédia é um personagem carismático, que passou por Vilhena em 2017 e foi entrevistado pelo FOLHA DO SUL ON LINE. Na época, o site mostrou que o aventureiro paulista de Jundiaí, Hugo Mendes Moreira, então com 29 anos, ganhava a vida na estrada vendendo bolos que ele mesmo fabricava (VEJA FOTOS ABAIXO).

Numa visita à redação, onde encantou os profissionais da FOLHA com seu desapego e simplicidade, Hugo apresentou a cachorrinha “Brisa”, que havia adotado após a morte da mãe dele. Na entrevista ao site, ainda solteiro, Hugo deu detalhes de suas andanças numa Kombi e revelou sua espiritualidade (RELEMBRE AQUI).

FIM DA VIDA NÔMADE
Um ano depois da passagem por Vilhena, Hugo constatou que a velha Brisa estava com um tumor na coluna e resolveu interromper as viagens para que a cadelinha pudesse aproveitar o resto de sua vida.

Oliveira Atacarejo

Na cidade praiana de Tibau do Sul (RN), o hippie conheceu, após a morte da cachorra, a psicóloga Stela Souza, com quem teve o filho, a quem deu o nome de “Sol”.

Disposto a pendurar a prancha de surf, o jovem viajante vendeu a Kombi e abriu uma pequena pousada na cidade, que batizou em homenagem à falecida companheira: “Morada da Brisa”.

A morte do casal foi marcada por um detalhe comovente: na tentativa de evitar que o filho fosse atingido pelos pedaços de rocha que se desprenderam da falésia, a mãe do bebê morreu abraçada a ele.

CLIQUE ABAIXO e assista o vídeo.

Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560