Governo de Rondônia
Governo de Rondônia

Um homem de 37 anos, morador no Bairro Bom Futuro em Machadinho do Oeste (RO) foi abordado na noite de domingo (22) pelos suspeitos, colocado no porta malas de um automóvel, depois de ser agredido os agressores pensando que ele havia morrido o jogaram no rio Machadinho.

A vítima nadou até a margem, entrou em contato com a polícia que prendeu quatros suspeitos, um por tráfico de drogas, sequestro, cárcere privado, homicídio doloso e associação para o tráfico de drogas, os demais suspeitos foram detidos por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

De acordo com a ocorrência registrada pela Polícia Militar (PM) a vítima de 37 anos, informou que tinha acabado de sair do velório de uma amiga e o suspeito de 32 anos na companhia de outras duas pessoas o abordou, colocaram dentro do porta malas de um automóvel e foram até uma residência onde espancaram a vítima com socos, ponta pés e pauladas na cabeça.

Oliveira Atacarejo

Imaginando que o homem de 37 anos estava morto, o levaram até a ponte sobre o rio Machadinho e o jogaram dentro do rio, a vítima conseguiu nadar até a margem, segundo ele, as agressões foram por causa de um relógio que ele se negou a vender ao suspeito de 32 anos.

Identificado o suspeito, os policiais foram até a residência, também no Bairro Bom Futuro e lá encontraram os quatro homens, um tentou pular o muro dos fundos da casa mas foi contido. Sobre este muro foi encontrado uma panela com vinte invólucros de substancia entorpecente aparentando ser crack, quatro de maconha, aparentando que os suspeitos estavam preparando as drogas para comercialização.

Todos receberam voz de prisão e foram juntamente com as drogas apresentados ao delegado na Unisp em Machadinho do Oeste.

Fonte: Anotíciagora

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560