Governo de Rondônia

pandemia do novo coronavírus está sobrecarregando hospitais, que ficam sem leitos, equipamentos e médicos para atenderem a todas as pessoas que chegam apresentando sintomas.

Para ajudar no momento de crise, novos leitos de UTIs e clínicos são montados em hospitais de campanha e em estruturas da rede pública e privada (numa parceria público-privado), mas o número insuficiente de médicos e de outros profissionais na atenção básica, porta de entrada para o sistema de saúde, tem sido um dos principais problemas enfrentados pela saúde pública em Rondônia.

Ontem (sábado, 9 de janeiro), Fernando Máximo, secretário de Estado da Saúde (Sesau), informou a abertura de 20 novos leitos de UTIs e 23 leitos clínicos no Centro de Reabilitação de Rondônia (CERO), em Porto Velho (RO), para tratamento exclusivo de pacientes diagnosticados com a covid-19. Em um vídeo institucional divulgado em mídias sociais Fernando Máximo faz apelo para que médicos atendam às chamadas públicas do Estado. (Assista.)

Oliveira Atacarejo

Confira o vídeo:

Fonte: Assessoria/Vilhena Notícias

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560