Governo de Rondônia
Governo de Rondônia

Criança, de seis anos, morreu atropelada na manhã deste sábado (13) em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande. De acordo com o site Dourados News, ele era morador da Terra Indígena Boqueirão e foi identificado como Elian Fernandes Lopes. O motorista não parou para prestar socorro.

Durante o fechamento da rodovia para realização da perícia, alguns indígenas se reuniram no local para protestar sobre a morte. Segundo eles, o menino é a 19ª vítima de atropelamento na mesma região.

Ainda sem informações sobre a dinâmica do acidente, o corpo foi encontrado às margens do Anel Viário da cidade. Socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram até o local, mas o menino não sobreviveu.

Oliveira Atacarejo

A mãe da criança, de 31 anos, relatou que o menino tinha problemas mentais e tinha costume de fugir de casa. Ainda conforme a mãe, ele havia fugido na noite desta sexta-feira (12).

Reclamações – Depois do acidente, a comunidade protestou sobre a morte no trecho do Anel Viário onde Elian morreu. Os moradores aproveitaram o bloqueio nos dois sentidos da pista feito pela perícia.

As lideranças da aldeia onde o menino vivia reclamam da abertura da rodovia no meio da reserva e cobram redutores de velocidade. “Isso para nós é muito triste, estamos perdendo vidas nessa BR que foi feita aqui. É um bom atalho, mas também é uma boa arma para tirar a vida dos nossos indígenas. Nosso povo tá morrendo. Queremos o quebra molas prometido aqui dentro desse Rodoanel”, disse o morador Adelson Machado em entrevista ao Dourados News.

Fonte: Aletheya Alves / Dourados News

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560