Governo de Rondônia
Governo de Rondônia

O luto é o período que uma família que perdeu seu ente querido passa para amenizar a dor da perda e da saudade. O enterro desse familiar é o momento em que todos da família podem chorar a morte da pessoa que tanto amam e se despedir do corpo com orações e rezas, mas, uma família do Rio de Janeiro não conseguiu viver esse momento em ‘paz’.

Os 4 filhos da mulher tiveram que cavar a sepultura

Isso porque não haviam coveiros no cemitério municipal II em Magé e os próprios filhos tiveram que cavar a cova onde a mãe seria enterrada. O corpo da mulher havia chegado ao cemitério ao meio-dia, mas por falta de coveiros, os filhos precisaram realizar o trabalho de cavar a cova onde o corpo da mãe descansaria.

O caixão da mulher, que deixou cinco filhos, estava ao lado do local onde a cova estava sendo cavada, ele estava  no chão, sem nenhum tratamento. E os filhos, assim como outros familiares, estavam cavando o chão de barro.

Oliveira Atacarejo

Video viralizou e prefeitura respondeu

Uma das filhas, muito emocionada começou a gravar as imagens. Ela chamou a atenção das autoridades pela grande humilhação que toda a família estava precisando passar em um momento de tanta dor. Em um momento a filha chegou a dizer: “minha mãe está sendo tratada como um lixo, como um cachorro”, uma outra pessoa, que não apareceu na filmagem disse: “pior que um cachorro“.

Segundo informações da prefeitura de Magé, o diretor do cemitério havia liberado todos os coveiros para o almoço no mesmo horário, por isso, ele e toda a sua equipe foram exonerados do cargo. A prefeitura pediu desculpas pelo inconveniente e disse que todas as medidas legais estão sendo tomadas.

O luto é o período que uma família que perdeu seu ente querido passa para amenizar a dor da perda e da saudade. O enterro desse familiar é o momento em que todos da família podem chorar a morte da pessoa que tanto amam e se despedir do corpo com orações e rezas, mas, uma família do Rio de Janeiro não conseguiu viver esse momento em ‘paz’.

Os 4 filhos da mulher tiveram que cavar a sepultura

Isso porque não haviam coveiros no cemitério municipal II em Magé e os próprios filhos tiveram que cavar a cova onde a mãe seria enterrada. O corpo da mulher havia chegado ao cemitério ao meio-dia, mas por falta de coveiros, os filhos precisaram realizar o trabalho de cavar a cova onde o corpo da mãe descansaria.

O caixão da mulher, que deixou cinco filhos, estava ao lado do local onde a cova estava sendo cavada, ele estava  no chão, sem nenhum tratamento. E os filhos, assim como outros familiares, estavam cavando o chão de barro.

Video viralizou e prefeitura respondeu

Uma das filhas, muito emocionada começou a gravar as imagens. Ela chamou a atenção das autoridades pela grande humilhação que toda a família estava precisando passar em um momento de tanta dor. Em um momento a filha chegou a dizer: “minha mãe está sendo tratada como um lixo, como um cachorro”, uma outra pessoa, que não apareceu na filmagem disse: “pior que um cachorro“.

Segundo informações da prefeitura de Magé, o diretor do cemitério havia liberado todos os coveiros para o almoço no mesmo horário, por isso, ele e toda a sua equipe foram exonerados do cargo. A prefeitura pediu desculpas pelo inconveniente e disse que todas as medidas legais estão sendo tomadas.

Fonte: UOL

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560