Governo de Rondônia
Governo de Rondônia

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, 23/03/2021, a Operação Gênesis, cumprindo mandados na cidade de Ji-Paraná, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas e fabricação/comercialização de cédulas falsas.

São 15 policiais federais cumprindo 03 mandados judicias expedidos pela 3ª Vara Federal de Porto Velho, sendo 02 de busca e apreensão e 01 de prisão.

Os investigados são integrantes de uma organização criminosa que atua na região de Ji-Paraná com a prática de crimes de tráfico de drogas e distribuição cédulas falsas.

Oliveira Atacarejo

As investigações tiveram início após a prisão em flagrante de parte do grupo, em junho de 2020, em virtude de terem sido flagrados portando alta quantia em cédulas falsas.

Após amplos levantamentos, a Polícia Federal identificou que o líder do grupo é um preso do Presídio Dr. Agenor Martins, localizado em Ji-Paraná, o qual comandava a organização de dentro do presídio.

Além disso, descobriu-se ainda que as ordens emanadas pelo líder da organização eram cumpridas por pessoas de sua confiança, que seriam responsáveis por realizar as atividades ilícitas fora do presídio. Essas pessoas foram identificadas e são responsáveis pelo cometimento de diversos crimes na região de Ji-Paraná.

Os investigados responderão, na medida de sua participação, pelos crimes previstos no Art. 289 do Código Penal (Fabricação de Moeda Falsa) e Art. 2º da Lei nº 12.850/13 (integrar organização criminosa), além de outros crimes que porventura possam surgir no decorrer das investigações.

O nome da operação está relacionado ao versículo da bíblia que o presidiário utilizava para fazer anotações sobre a prática criminosa.

A Polícia Federal continuará a investigação a fim de apurar e identificar a amplitude da organização criminosa, bem como o envolvimento de outras pessoas.

Via assessoria

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560