Governo de Rondônia
Governo de Rondônia

Daiane é moradora de Ji-Paraná e mãe de 4 crianças, sendo uma delas portador de uma doença rara e grave chamada Miocardiopatia dilatada, que acomete em média de 0,34 a 3,8 casos ao ano para cada 100 mil crianças.

Atualmente Daiane não está podendo trabalhar fora pois seu filho André Luiz, de 9 anos, necessita de uma assistência especial. Ela ainda tem outras 3 crianças para sustentar.

A situação se complicou no último dia 24 de março, em que vieram para Jaru numa consulta com o INSS para aquisição de auxílio doença, quando o médico que faz a perícia confirmou a entrega do laudo no dia seguinte, mas até nesta quarta-feira (07) não foi encaminhado.

Oliveira Atacarejo

Em contato com a redação do site, Daiane pediu ajuda para comprar alimentos e remédios, pois não tem condições de mantê-los sozinha, e ela teme se buscar ajuda com o Conselho Tutelar poderão tomar seus filhos.

Inclusive André faz uso de uma cadeira de rodas, pois não consegue andar devido a gravidade da sua doença e os alguns medicamentos que usa para controle da doença estão em falta nas farmácias.

Entenda sobre a doença:

Miocardiopatia dilatada é uma doença do músculo do coração que impede o bombeamento adequado de sangue para o corpo, causando complicações como arritmias, coágulos de sangue e morte súbita. A miocardiopatia dilatada afeta principalmente o ventrículo esquerdo, uma importante câmara de bombeamento do seu coração.

O pedido de ajuda principalmente é que a família não tem mais nada para comer. Quem puder ajudar com qualquer quantia, a chave PIX é 00973690208

Conta para transferência:

Caixa Econômica, Agência: 3607, Op. 013, Conta: 17937-0

      

Fonte: Jaru Notícia

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560