Governo de Rondônia
Governo de Rondônia
Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (15) a delegada Leisaloma Carvalho passou mais detalhes da prisão do casal por crime de negligência. O homem de 29 e a mulher de 37 foram flagranteados e levados ao complexo penitenciário.
O caso ocorreu em uma residência localizada no bairro Nacional, zona Norte de Porto Velho (RO). O casal teria levado o filho já morto ao hospital infantil Cosme e Damião. Segundo a delegada Leisaloma, o bebê de apenas um ano e dois meses tinha várias feridas pelo corpo.
De acordo com o depoimento da médica que atendeu a criança, o bebê teria chegado já sem vida ao hospital, e que após ver a situação degradante da vítima, acionou a Polícia Militar. Questionados, os pais apresentaram uma versão em que a criança estava bem, e que de repente, desfaleceu, por isso foi levada ao hospital.
Segundo o médico legista, a criança apresentava várias feridas inflamadas no corpo inteiro, e que estava há muito tempo sem ser alimentada. “O bebê tinha feridas na carne viva“, disse a delegada.
Questionado, o pai relatou que tratava a criança apenas com uma pomada, mas não soube informar o nome. O casal entrou em contradição várias vezes durante os depoimentos, o que colaborou para serem presos em flagrante pelo crime de maus tratos, estando há muito tempo sem atendimento médico.
Os dois chegaram a dizer que hoje o filho havia se alimentado, mas em exame com sonda no hospital não foi encontrado nenhum vestígio de alimentos no estômago do bebê.
A médica que atendeu o bebê informou à delegada que o menino provavelmente vinha sentindo muitas dores nos últimos dias devido a inflamação na pele e que tinha de ser levado ao hospital com antecedência.

Fonte: Rondoniaovivo, PVH Notícias

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560