Governo de Rondônia
Governo de Rondônia

O Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 anunciou em coletiva na manhã desta sexta-feira, 9, que a regional do Alto Acre que até então estava em faixa verde regrediu para a faixa amarela, as regionais do Baixo Acre, Purus e do Juruá se manteve mais uma vez na fase de atenção, representada pela cor amarela. Foi analisado o período de 20 de junho a 3 de julho.

A avaliação do comitê leva em consideração sete fatores: índice de isolamento social; índice de notificações por síndrome gripal; índice de internação por síndrome gripal; índice de novos casos por síndrome gripal Covid-19; índice de óbitos por Covid-19; ocupação de leitos clínicos – Covid-19 e ocupação de UTIs Covid-19.

Com a regressão da classificação no Alto Acre, todos os segmentos comerciais e igrejas podem funcionar com a capacidade de 50% em todas as regionais. O horário de funcionamento para bares e restaurantes fica estendido até a meia-noite.

Oliveira Atacarejo - Sempre o Melhor Negócio

A coordenadora do Comitê, Karolina Sabino, explicou que a mudança da faixa no caso do Alto Acre ocorreu após um aumento no número de óbitos em relação ao período da fase verde. Segundo ela, as outras regionais tiveram uma tendência tímida de casos e foi possível constatar um número menor na adesão de índice de isolamento social devido a flexibilização das medidas.

Na coletiva, Marcos Lima Malveira, da Vigilância Sanitária Estadual, acendeu o alerta sobre a variante delta do coronavírus que é um dos principais motivos do agravamento recente da pandemia de covid em países onde a vacinação está avançando bastante. A OMS acredita que a variante, que é muito mais transmissível que as outras mutações do coronavírus já identificadas, têm potencial para se tornar a dominante no mundo nos próximos meses

Segundo ele, não há casos suspeitos dessa variante no Acre, no entanto, já foram confirmados mais de 20 casos dela no país e em alguns estados já ocorre a transmissão comunitária. Ele pediu que aquele ou aquela que já esteja apto a receber a segunda dose da vacina, que procure um ponto de imunização para completar o ciclo vacinal e diminuir as chances de circulação desse vírus.

“Essa variante Delta vem se tornando mais prevalente no mundo e provocou alguns sustos em Israel e um número maior de internações e de casos nos Estados Unidos, em estados que estão com baixa cobertura vacinal. Até o momento, foram confirmados 20 casos dessa variante no país, no entanto, não há confirmação pelo Acre, mas o que se sabe é que há a transmissão comunitária dessa variante no país. Por isso, é necessário que a gente permaneça alerta com os cuidados de higiene, distanciamento social, uso de máscaras e álcool gel e acelere a cobertura vacinal para conter essa variante. Então, se você puder receber a segunda dose da vacina não espere, procure um ponto de vacinação e encerre o ciclo vacinal”, afirmou.

O diretor do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), Osvaldo Leal, unidade escolhida como referência para tratamento da Covid-19, afirmou que a unidade tem pouquíssimas pessoas internadas e cobrou das prefeituras mais agilidade na imunização.

“O Into vive o seu melhor momento em relação às internações com menos de 20 pacientes internados entre leitos clínicos e de UTI. Vale ressaltar que a unidade já teve mais de 200 pessoas internadas, mas precisamos manter os cuidados de higiene, uso de máscara, álcool gel e o distanciamento social para não ocorrer uma regressão de faixa e aumento no número de casos. Além disso, as prefeituras têm que agilizar a imunização e buscar aqueles que perderam a segunda dose para completar a fase vacinal assim garantindo uma cobertura maior”, salientou.

Autor: Lucas Vitor fonte ac 24hr

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560