Governo de Rondônia
Governo de Rondônia

Internada desde o dia 23 de junho no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, após sofrer um acidente na BR-364, a professora Suzana Sampaio não resistiu e morreu na tarde dessa quinta-feira (8) na Unidade de Tratamento Intensivo Covid (UTI) do hospital.

A servidora pública testou positivo para a Covid-19 quando deu entrada na unidade de saúde e foi internada na UTI Covid no dia 24 de junho. As informações foram confirmada ao G1, nesta sexta-feira (9), pelo Hospital do Juruá.

O corpo da professora foi enterrado na manhã desta sexta em Cruzeiro do Sul. A reportagem tentou contato com a família da vítima, mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria.

Oliveira Atacarejo - Sempre o Melhor Negócio

O Núcleo de Educação de Cruzeiro do Sul divulgou uma nota lamentando a morte da professora. “É com grande pesar que recebemos a notícia do falecimento da querida Suzana Sampaio. Servidora dedicada que muito contribuiu para educação. Nossa solidariedade aos amigos e familiares por esta irreparável perda e rogamos para que Deus possa confortar a todos nesse momento de grande dor, em que as palavras se apequenam e o espírito busca amparo na fé”, diz a nota.

O carro que a professora estava, uma caminhonete, caiu uma ribanceira na BR-364 próximo à ponte do Rio Liberdade, e captou. No veículo estavam com cinco pessoas, entre elas uma criança, e todas foram socorridas no dia com vida e conscientes.

Internação

A coordenadora da UTI Covid, Alba Dantas, confirmou que a paciente entrou na UTI geral logo após chegar no hospital. Foram feitos exames e uma tomografia que atestaram a infecção do novo coronavírus e a professora foi levada para o tratamento contra a Covid-19.

“Não sabemos ao certo a causa da morte porque como foi causa externa foi levada para o IML. Nossa hipótese de diagnóstico é que teve um AVC, não sabemos se foi isquêmico e hemorrágico porque foi repentino, estava estável com desmame da ventilação mecânica, com os parâmetros baixos e estávamos tirando a sedação para ver a reação dela. No dia seguinte apresentou falência de tronco cerebral”, destacou.

A profissional falou ainda que o quadro da professora era grave e sem condições de remoção para um tomógrafo para outros exames. “Ela deu entrada em um dia na UTI geral, chegaram os exames e foi transferida para a UTI Covid. A doença causa esses pequenos trombos e também o acidente porque ela teve fraturas de costela e problemas no pulmão que geram sangramentos”, lamentou.

Fonte: G1 Acre

Comentários

Central Cell Celulares - 3451-4560