Governo de Rondônia - Doação de Sangue
Governo de Rondônia - Institucional
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Família é filmada tendo que abrir a cova para enterrar um parente, em Rondônia – ‘Além da perda, estamos humilhados’

A família que foi filmada tendo que abrir uma cova no cemitério de Guajará-Mirim (RO) porque não havia nenhum funcionário da prefeitura para realizar o serviço, revelou o sentimento de tristeza e humilhação com a situação.

O caso aconteceu na última segunda-feira (5). A sobrinha do falecido, Leila e Silva do Nascimento disse que, a prefeitura alertou que a cova só seria aberta se os familiares limpassem o local. Após realizar a limpeza, a família solicitou o serviço de abertura da cova, mas ninguém apareceu.

“O rapaz da funerária ligou para prefeitura, para fazer a etapa de sepultamento e confirmaram que a cova seria aberta. Quando chegamos no local não tinha lugar nenhum, não estava cavado”, contou Leila.

Familiares cavam sepultura para enterrar corpo de parente em Guajará-Mirim — Foto: Reprodução/Facebook

Familiares cavam sepultura para enterrar corpo de parente em Guajará-Mirim — Foto: Reprodução/Facebook

O espaço que recebeu o corpo de José Walter Silva do Nascimento foi aberto pelos sobrinhos, parentes próximos e o funcionário da funerária.

“Já estava anoitecendo e não recebemos informação nenhuma, meu filho, primo, meu padrasto e o rapaz [da funerária] ajudaram a cavar”, revelou.

Leila diz que foi realizado um boletim de ocorrência a fim de responsabilizar a administração municipal pela situação, mas até o momento não receberam nenhuma informação ou comunicado oficial de nenhum órgão público. A família também não tem recursos financeiros para pagar um advogado.

“Além da perda, estamos humilhados. Sentindo toda essa dor, cuidamos tanto dele para chegar em um momento tão delicado e não ter dignidade. Estamos muito tristes. Quando lembramos de tudo, o sentimento é pior”, desabafou.

Segundo a prefeitura de Guajará-Mirim, o responsável pelo local estava de férias e o coveiro plantonista não apareceu para realizar o trabalho, mesmo sendo informado. A administração municipal também informou que abriu um processo administrativo contra o servidor.

Fonte: G1-RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias