Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
terça-feira, abril 23, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Aprovada em concurso público aos 13 anos: A história inspiradora de Kathleen Ruhama

A trajetória de Kathleen Ruhama de Assis Neves é um verdadeiro exemplo de determinação e superação. Aos seus 13 anos de idade, ela provou que, mesmo enfrentando as barreiras da idade, é possível alcançar grandes conquistas ao ser aprovada em um concurso público.

Sua história inspira não apenas os jovens brasileiros, mas também a todos que acreditam que o esforço e o comprometimento podem abrir portas para um futuro promissor.

Desde cedo, Kathleen teve um exemplo inspirador em casa: seu pai, Leonel Marcos Ferreira das Neves, professor da rede municipal de Porto Nacional, sempre encarou os concursos públicos como oportunidades para transformar sua vida.

Ao ver o esforço e dedicação do pai em busca da estabilidade e da realização profissional, Kathleen sentiu-se motivada a seguir seus passos.

Seu primeiro desafio surgiu quando decidiu participar de um concurso público, ainda muito jovem, para uma prefeitura. Apesar de não ter sido aprovada naquela ocasião, a experiência serviu como combustível para que não desistisse de seus sonhos e continuasse a batalhar por uma vaga no serviço público.

Com uma conhecimento admirável, Kathleen dedicou-se incansavelmente aos estudos. Sentava-se com seu pai, estudavam juntos noite e dia, e ela fazia questão de se dedicar durante todas as horas disponíveis.

Sua paixão pelo conhecimento sempre esteve presente em sua vida, desde a infância, quando preferia lápis e papel a brinquedos, e agora, direcionou todo esse vigor ao estudo para concursos públicos.

A Conquista da Aprovação:

O árduo trabalho não tardou a dar frutos. Kathleen enfrentou com coragem e confiança o concurso da Prefeitura de Dueré, alcançando sua primeira vitória como agente de conservação urbana e predial.

Mesmo sem poder assumir o cargo por conta de sua idade, a aprovação representou uma grande vitória pessoal e um sinal claro de que estava trilhando o caminho certo.

Com os olhos voltados para um futuro promissor, Kathleen já tem clareza sobre seus objetivos profissionais.

Ela deseja seguir carreira na área pública, especialmente na segurança ou na área jurídica, como policial ou delegada. Sua determinação é um exemplo de que, com esforço, estudo e dedicação, não há sonho inalcançável.

(Pai) Leonel Marcos Ferreira das Neves e (Filha) Kathleen Ruhama de Assis Neves no dia do concurso da Prefeitura de Dueré/TO (Reprodução: Arquivo pessoal)

O caso de um adolescente que tomou posse em concurso público

Apesar da maioria dos concursos públicos estabelecerem a idade mínima de 18 anos para a posse em cargos efetivos, existem casos específicos que geram exceções.

Em 2020, um adolescente de 17 anos obteve uma decisão favorável para ser nomeado e tomar posse em um cargo na Fundação Universidade de Brasília (FUB).

O adolescente alegou ser emancipado civilmente por seus pais, o que o tornou capaz de praticar todos os atos da vida civil, incluindo o provimento e exercício de cargo público.

A juíza federal Iolete Maria Fialho de Oliveira acatou o argumento, considerando que a emancipação conferida pelo novo Código Civil de 2002 garante a capacidade legal para o exercício do cargo público, mesmo sendo menor de 18 anos.

Esse caso específico abre precedentes para uma discussão sobre a possibilidade de menores de idade assumirem cargos públicos em situações excepcionais, desde que apresentem os documentos que comprovem sua emancipação legal.

Reflexões sobre a participação de menores em concursos públicos

A história de Kathleen e o caso do adolescente na FUB levantam questões importantes sobre a participação de menores de idade em concursos públicos.

Embora a legislação estabeleça limites claros para o ingresso em cargos efetivos, é fundamental refletir sobre a possibilidade de jovens se prepararem desde cedo para futuras carreiras no serviço público.

A educação e a preparação acadêmica são elementos essenciais para o desenvolvimento pessoal e profissional dos jovens. Incentivar a busca pelo conhecimento e o enfrentamento de desafios, como os concursos públicos, pode ser uma maneira de estimular o aprendizado e a determinação dos jovens brasileiros, preparando-os para o futuro.

Inspiração para Jovens e Familiares:

A história de Kathleen é uma fonte de inspiração para jovens que, assim como ela, têm sonhos ambiciosos e acreditam na força do conhecimento para transformar suas vidas.

Seu exemplo também ressalta a importância do apoio familiar na busca pelos objetivos, pois a presença e incentivo de seu pai foram fundamentais para o desenvolvimento de suas habilidades e a confiança em si mesma.

A trajetória de Kathleen Ruhama de Assis Neves é um verdadeiro exemplo de motivação e superação. Sua dedicação ao estudo e o esforço em busca de seus sonhos, reflete no poder transformador que o conhecimento pode exercer na vida de uma pessoa.

Seu sucesso nos concursos públicos é um lembrete inspirador de que não há limite de idade para perseguir nossas ambições e conquistar nossos objetivos. Ao persistir diante das adversidades, Kathleen nos ensina que o caminho para o sucesso é pavimentado com determinação, coragem e o desejo incansável de tornar nossos sonhos realidade.

Que sua história possa ser uma fonte de estímulo e motivação para todos que almejam alcançar o sucesso, independente da idade ou obstáculos que possam surgir pelo caminho. Kathleen Ruhama é prova viva de que a determinação é o combustível que impulsiona as grandes realizações.

Fontes: G1 – GloboJornal Sou de Palmas e Migalhas, Via: Concursos Rondônia

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias