Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
terça-feira, abril 23, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Avião que caiu com pai e filho em RO foi fabricado há 12 anos e tinha autorização para voo noturno

O avião bimotor que caiu em Vilhena (RO), matando pai e filho, foi fabricado há 12 anos e tinha autorização para realizar voo noturno. É o que consta no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Os destroços da aeronave foram encontrados em uma área fechada na manhã deste domingo (30), próximo da divisa com o Mato Grosso. O pecuarista e piloto Garon Maia e seu filho morreram no acidente.

Segundo a Anac, o avião que caiu em Vilhena é um Beechcraft Baron G58, fabricado em 2011. A aeronave tinha permissão para transportar até cinco passageiros.

O bimotor decolou do aeroporto no início da noite de sábado, por volta de 18h, com destino a uma pista de pouso na Fazenda Jaqueline. Cerca de 25 quilômetros após a decolagem o avião desapareceu do radar.

Avião bimotor que caiu em Vilhena foi fabricado em 2011 — Foto: Reprodução

Avião bimotor que caiu em Vilhena foi fabricado em 2011 — Foto: Reprodução

Conforme dados do Registro Aeronáutico Brasileiro, o avião tinha autorização para voos noturnos, inclusive estava registrado na categoria de serviços aéreos privados. A situação de aeronavegabilidade estava normal.

Queda em floresta

O bimotor Beechcraft Baron G58 caiu em uma área de mata fechada em Vilhena, próximo da divisa com o Mato Grosso. Na aeronave viajavam duas pessoas: Garon Maia e seu filho, de 12 anos.

O Centro de Investigação de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) começa, nesta segunda-feira (31) os trabalhos para identificar os motivos da queda do bimotor em Vilhena.

Fonte: g1-RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias