Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
domingo, abril 21, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Mesmo conhecida pelas péssimas condições, obras da BR-319 não estão no PAC

O Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) anunciado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na última sexta-feira (11), vai investir R$ 29,6 bilhões em obras em Rondônia.

Apesar do anúncio do pacote de obras para o estado, como a construção da ponte que ligará o Brasil à Bolívia, a situação da BR-319 ficou de fora do anúncio feito.

Uma semana antes do anúncio do PAC, o presidente Lula realizou uma série de visitas a municípios da região Norte do país. Antes do início da agenda, o presidente concedeu uma entrevista a rádios da região e, na ocasião, questionado sobre a inclusão das obras na BR-319 no novo PAC, Lula afirmou que a Casa Civil conduziria um estudo a respeito do tema.

“A questão ambiental é muito crítica nessa parte da Amazônia. O que nós decidimos agora no PAC? Ao invés da gente colocar de forma precipitada ou a gente dizer que não vai colocar de forma precipitada, nós decidimos construir um grupo especial para dar a palavra definitiva”, disse em entrevista.

Durante o lançamento do PAC, o governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (União Brasil) confirmou a informação ao repórter da Rede Amazônica, Jefferson Carvalho. Segundo Rocha, “A [BR] 319 entrará em estudo”.

Segundo o governador, o Governo Federal tem disposição de tocar a obras, mas a Casa Civil busca alternativas para destravar a reestruturação da via, com garantias de proteção ao meio ambiente. O presidente ainda informou que haveria uma predisposição de incluir a rodovia na lista de obras do Governo Federal.

Recentemente, na Cúpula da Amazônia, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, disse que o Amazonas é o terceiro estado que mais desmata no país, e atribuiu isso à rodovia.

Em Rondônia no início do mês de agosto, o Ministro dos Transportes, Renan Filho, revelou, em entrevista à Rede Amazônica, que a BR-319 será reconstruída com garantias de sustentabilidade ambiental.

Durante a entrevista a rádios do Norte, o presidente Lula disse que, no entendimento dele, os serviços podem ser feitos com o acompanhamento de uma forte fiscalização.

“Pode montar ponto de fiscalização, você pode colocar gente das Forças Armadas para tomar conta desse pedaço da estrada, para tomar conta da floresta, para evitar que haja transtorno, que haja invasão, que haja ocupação, que haja garimpeiro, que haja madeireiro ou seja, o que nós precisamos é dar garantias pra sociedade do quê que a gente vai fazer”, disse.

Trecho crítico

A BR-319 corta o território do Amazonas, fazendo a ligação terrestre entre o estado e Roraima de um lado, com Rondônia de outro e com outros estados do país por outros trechos.

Inaugurada em 1976, a BR-319 é conhecida pelas péssimas condições. Tem mais de 800 quilômetros de extensão, porém somente os segmentos localizados próximos às capitais estão asfaltados.

Com informações do g1-RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias