Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
Governo de Rondônia - Institucional
quinta-feira, maio 23, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

MATA-LEÃO: Mecânico morre por esganadura após ser retirado de boate por seguranças

O FOLHA DO SUL ON LINE teve acesso ao laudo da necropsia realizada no corpo do mecânico vilhenense Wilian da Silva Nunes. O procedimento que revelou a causa do óbito foi feito hoje na cidade de Cacoal. Willian tinha 31 anos e morreu na noite do último sábado, 30, na cidade de Rolim de Moura.

Dono de uma oficina mecânica em Vilhena, onde morava havia cerca de 10 anos, Wilian estava visitando o pai, que mora em Rolim, e resolveu ir à festa que estava sendo realizada em uma casa noturna daquela cidade.

Bastante alcoolizado, alterado e dizendo frases desconexas, ele foi contido pelos seguranças do estabelecimento e colocado para fora. Porém, acabou entrando no local pelos fundos, driblando os responsáveis pela segurança, que conseguiram dominá-lo novamente.

Em entrevista a este site, um cunhado do mecânico disse que, ao ser algemado pelos seguranças, ele caiu e, em seguida, ao constatar que o homem estava morto, a Polícia Militar, que havia sido acionada para atender a ocorrência, foi até a casa do pai dele, que o encontrou sem vida ao comparecer ao local.

Inicialmente, a morte repentina do vilhenense foi atribuída a um suposto infarto fulminante, mas a necropsia realizada em Cacoal surpreendeu pelo resultado. Segundo o documento em poder do site, o óbito foi provocado por asfixia mecânica do tipo esganadura. Ou seja, de acordo com a conclusão do médico legista, Wilian teria sido enforcado.

Algumas pessoas que estavam na festa contaram que o mecânico estava realmente surtado e que dizia estar sendo perseguido por alguém que queria mata-lo. É o caso de um frequentador que assistiu toda a cena, e que gravou um áudio que também chegou à redação.

Outros depoimentos dizem que, para conter Wilian, os seguranças aplicaram um mata-leão nele. Com o laudo apontando a causa da morte, a polícia deverá se aprofundar na investigação do caso.

Wilian deixa uma filha de 12 anos e um filho de 06, ambos morando em Vilhena.

Fonte: Folha do Sul Online, Via Rondoniaovivo

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias