Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
quinta-feira, abril 25, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Prefeitura de Espigão d’Oeste, RO, decreta estado de calamidade após rio usado no abastecimento de água secar

A prefeitura de Espigão d’Oeste (RO) decretou, na terça-feira (24), estado de calamidade pública, após a forte e histórica estiagem afetar o manancial do Rio Palmeiras, único rio que é usado na captação e distribuição de água no município.

De acordo com a prefeitura, a falta de água, tanto para o consumo humano quanto para o uso nas plantações e no trato de animais “se prolonga sem definição de recuperação”.

Nas redes sociais, Lauro Fernandes, diretor técnico operacional da Caerd, revelou que os equipamentos para a captação de água tiveram que ser desligados.

“O rio praticamente perdeu a capacidade de vazão, nós tivemos que desligar os equipamentos, porque todos eles estão ali, no seco praticamente”.

Rio usado para abastecimento de água de Espigão d'Oeste secou — Foto: Reprodução/Prefeitura de Espigão d'Oeste

Rio usado para abastecimento de água de Espigão d’Oeste secou — Foto: Reprodução/Prefeitura de Espigão d’Oeste

A falta de água, além de afetar as famílias da zona urbana do município, também deve reduzir a produção de leite e bovinos de corte.

Segundo o decreto, publicado na terça, o status de calamidade pública se manterá até que haja o aumento das chuvas e se “restabeleça a normalidade do fornecimento de água tratada”.

Por g1 RO e Rede Amazônica

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias