Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
terça-feira, abril 23, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Criminosos que sequestraram filha de bancário exigiram R$ 3 milhões de resgate, revela polícia

A Polícia Civil informou que o sequestro da adolescente, filha de um bancário, que aconteceu em Guajará-Mirim (RO) foi praticado por três suspeitos armados. Inicialmente, os sequestradores exigiram cerca de R$ 57 mil, mas as ameaças evoluíram até chegar a R$ 3 milhões em troca da liberdade da menina.

Segundo a polícia, os suspeitos invadiram a residência do pai da vítima, que é gerente de um banco da cidade, e sequestraram a adolescente de 15 anos para pedir recompensa.

Os criminosos exigiram, inicialmente, a quantia de R$ 57 mil, que foi prontamente transferida pelo gerente. A polícia identificou que duas pessoas receberam os valores extorquidos, uma localizada em São Paulo e outra no Mato Grosso.

A adolescente foi mantida em cativeiro durante todo o dia. Durante esse tempo, as ameaças dos sequestradores evoluíram até o momento de exigirem R$ 3 milhões para libertar a menina.

As polícias dos dois estados foram acionadas e identificaram os suspeitos. Em São Paulo foi presa uma pessoa que, segundo a polícia, é integrante de uma organização criminosa. Os suspeitos localizados no Mato Grosso também foram identificados.

As forças de segurança conseguiram identificar o local onde a vítima estava e resgatá-la sem ferimentos ou lesões.

Um dos suspeitos de participar do crime foi preso em flagrante em Guajará-Mirim (RO). Também foram apreendidos um veículo e duas armas de fogo.

O sequestro moveu diversas equipes de forças de segurança, entre Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Carro utilizado em sequestro — Foto: Reprodução

Carro utilizado em sequestro — Foto: Reprodução

Fonte: g1 RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias