Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
Governo de Rondônia - Institucional
quinta-feira, maio 23, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Brasil: “Gentileza que mande um branco”, diz mulher sobre motoboy negro

Uma pastelaria em Campo Bom, no Rio Grande do Sul, denunciou um incidente de racismo ocorrido durante um pedido feito por uma cliente na noite nesta semana.

A consumidora solicitou, nas observações do aplicativo, que a loja enviasse “um motoboy branco” porque não gostava de pessoas negras “encostando” em sua comida.

Cliente ainda reforçou pedido no chat – Arquivo pessoal

Daniela Rodrigues, responsável pelo atendimento e proprietária da franquia da Hora do Pastel, recebeu a notificação pelo aplicativo iFood às 20 horas.

A cliente, identificada como Andressa Oliveira, expressou sua preferência no campo de observações e reiterou a solicitação no chat, mencionando que na última entrega um motoboy negro esteve envolvido. Esse motoboy, no entanto, é o marido de Daniela, Gabriel Fernandes da Cunha, também proprietário da loja.

E foi duramente repreendida pela dona da loja e esposa do “motoboy”, que também é dono da empresa – Arquivo pessoal

Ao confrontar a cliente, Daniela a repreendeu, pedindo que não comprasse mais na loja e informou que o motoboy em questão era o dono da empresa. O casal registrou uma ocorrência na 3ª Delegacia de Polícia Regional, classificando o caso como injúria racial consumada.

Com a repercussão, o síndico do prédio cadastrado como endereço da cliente fez uma ocorrência, alegando que o número do apartamento informado pela autora do crime no aplicativo não existe no condomínio, e não há ninguém com o nome “Andressa” no local.

Hora do Pastel apoiou atitude de franqueados do interior gaúcho – Reprodução de tela

O casal obteve apoio jurídico e está aguardando o progresso das investigações para identificar a pessoa por trás do pedido. O delegado responsável, RodrigoCâmara, afirmou que o autor do crime será indiciado e preso assim que identificado e comprovada sua atuação no caso.

A empresa franqueadora manifestou solidariedade aos proprietários da franquia, repudiando o comentário da cliente. A deputada estadual Laura Sito também comentou o ocorrido nas redes sociais, elogiando a reação do casal.

Deputada negra do RS também apoiou divulgação do caso de racismo – Reprodução de tela

O iFood repudiou veementemente a atitude racista, informando que bloqueará o cliente e está à disposição das autoridades. A empresa destacou que esse comportamento viola os termos de uso da plataforma. O suporte jurídico e psicológico está sendo oferecido aos entregadores parceiros afetados por violência física e verbal.

Até o momento, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul não forneceu informações adicionais sobre o caso.

Fonte: https://www.rondoniaovivo.com/noticia/brasilemundo/2023/11/17/absurdo-gentileza-que-mande-um-branco-diz-mulher-sobre-motoboy-negro.html

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias