Governo de Rondônia - Institucional
segunda-feira, julho 22, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Adolescente de 13 anos é salva pela PM-RO enquanto passava pelo ‘tribunal do crime”

Uma adolescente, de 13 anos, que estava prestes a ser assassinada, por integrantes de uma facção criminosa, foi salva por policiais do 9ª BPM, na noite desta segunda-feira (27), no condomínio Morar Melhor, zona sul da capital.

Os policiais foram até o condomínio, após receberem uma denúncia anônima, informando que em um dos apartamentos teria uma pessoa sendo mantida em cárcere privado por integrantes de uma facção que atua no local.

Rapidamente, várias equipes se deslocaram ao condomínio, montaram o cerco e várias pessoas saíram correndo de um dos apartamentos. Nesse local, foi observado que a porta estava arrombada, havia roupas sujas jogadas no chão e sem móveis.

Um dos policiais ouviu pessoas conversando baixo, no apartamento ao lado. Ao bater na porta, um homem abriu, e os militares observaram que havia mais três homens, e duas mulheres, sendo que uma delas era a vítima.

Os suspeitos informaram que estavam no apartamento apenas de passagem. Foi realizada busca pessoal e nominal em todos, mas nada de ilícito foi encontrado.

Uma das mulheres, identificada como Aline, ficou nervosa, o que chamou a atenção da Polícia.

Ao ser questionada, ela acabou confessando que tinha com uma porção de maconha e que uma menor estava sendo mantida em cárcere privado no apartamento para ser “disciplinada”, mas um dos integrantes da facção criminosa não autorizou.

Facções

Aos policiais, a vítima disse que foi aliciada por um dos criminosos, para pegar um dinheiro, mas chegando no condomínio, foi abordada por bandidos armados e levada para o apartamento. No local, ela foi agredida com tapas e ameaçada de morte a todo o tempo, pelos criminosos que usavam uma faca.

A vítima relatou ainda, que foi atraída para o condomínio, onde passaria por uma “disciplina”, pelos criminosos que afirmavam que a adolescente estava se envolvendo com integrantes de uma facção rival. A adolescente era moradora do local, mas se mudou e estava morando no bairro Socialista, na zona leste.

Dentro do apartamento, a vítima disse que um dos criminosos afirmava que ela iria ser assassinada igual a adolescente Tauane Vitória Rodrigues Melo, 16 anos, que foi morta com um tiro na testa e enterrada em uma cova rasa, em uma área de mata, por trás do condomínio Morar Melhor.

Ainda conforme a vítima, o criminoso fazia ameaças de morte e apontava para uma região de mata, local onde Tauane foi morta e enterrada.

Durante o tempo em que a vítima estava no apartamento, um dos faccionados ligou pra criminosos que estavam presos, em um presídio fora do estado. Ela inclusive falou por telefone com esses criminosos, que perguntaram o que a adolescente estava fazendo no condomínio.

A vítima foi libertada pelos policiais, e sua mãe foi acionada pela equipe, já que se trata de uma menor de idade.

Como Aline estava com droga, ela recebeu voz de prisão e foi levada para o Departamento de Flagrantes.

Fonte: Rondoniagora

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias