Governo de Rondônia - Institucional
segunda-feira, julho 22, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Pavimentação da BR-319: Governo federal vem a RO para ouvir sociedade civil sobre a obra

Um grupo de trabalho do Ministério dos Transportes vai vir a Rondônia, na próxima semana, para conduzir uma audiência pública afim apresentar à sociedade local os principais pontos da proposta estudada para a pavimentação da rodovia, a única ligação rodoviária entre Manaus e Porto Velho com o restante do país.

A reunião está marcado para iniciar às 9h30, na terça-feira (16), no Auditório da Superintendência local do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Especialistas explicam impasses com obras na BR-319 e apontam caminho para preservação ambiental do trecho

Especialistas explicam impasses com obras na BR-319 e apontam caminho para preservação ambiental do trecho

Segundo o Ministério, a audiência vai proporcionar à sociedade civil “uma oportunidade única de conhecer os compromissos do governo federal com o empreendimento e expressar suas opiniões e preocupações”.

Entre os representantes do Ministério dos Transportes que estarão em Rondônia, estão o secretário-executivo, George Santoro; a secretária nacional de Transporte Rodoviário, Viviane Esse; o subsecretário de Sustentabilidade, Cloves Benevides; e o diretor-executivo do DNIT, Carlos Barros.

Além desses, outros representantes do órgão participarão do evento, que contará também com a presença de entidades convidadas, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA), Federação das Indústrias de Rondônia, associações indígenas, entidades de apoio à construção da BR-319 e acadêmicos.

Trecho crítico

Com cerca de 885 km de extensão, a BR-319 é uma das principais rodovias federais da Região Norte e liga Manaus a Porto Velho. No meio da Floresta Amazônica, a rodovia conhecida por grandes atoleiros é uma herança do chamado “milagre econômico brasileiro”, período de investimento federal em obras de infraestrutura nas décadas de 60 e 70.

A necessidade da pavimentação da rodovia é uma ligação entre a impulsão financeira da região e agilidade no transporte de veículos.

Os desafios de se trafegar na rodovia são tão complexos quanto os impasses que existem nos projetos relacionados ao empreendimento.

No novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), anunciado pelo presidente Lula (PT) em agosto do ano passado, a pavimentação da BR-319 ficou de fora.

Áreas que podem ser afetadas pela reconstrução da BR-319 — Foto: Arte g1

Áreas que podem ser afetadas pela reconstrução da BR-319 — Foto: Arte g1

De acordo o Ministério Público Federal (MPF), seis processos relacionados a essa obra estão em andamento. Um deles é relacionado ao chamado ‘Lote C’.

Em outubro de 2023, ais de 190 deputados federais assinaram a favor da instauração de uma ‘Frente Parlamentar em Defesa da BR-319’, no Congresso Nacional. O principal objetivo da iniciativa é garantir a manutenção adequada da rodovia em toda a sua extensão.

Segundo o grupo de deputados, o projeto implica na criação de um canal de comunicação com o governo federal, onde será estabelecido um comitê para determinar o destino da rodovia. A frente tem a intenção de apresentar ao governo a possibilidade de revitalizar as partes problemáticas da estrada.

Fonte: g1-RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias