Governo de Rondônia - Doação de Sangue
Governo de Rondônia - Institucional
sábado, fevereiro 24, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Rondônia registra menor taxa de desmatamento dos últimos 10 anos

Em 2023, Rondônia registrou a menor taxa de desmatamento dos últimos dez anos, conforme revelam os dados do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

No ano mencionado, a área desmatada alcançou 775,13 km², marcando o índice mais baixo desde 2014, quando foram registrados aproximadamente 761,12 km².

Durante a última década, os índices de desmatamento em Rondônia apresentaram um crescimento gradual, atingindo seu auge em 2021, com um recorde de 1.641,78 km² – a maior taxa desde o início das medições em 2008.

No período de 2008 a 2023, Rondônia desmatou um total de 16.350,98 km², posicionando o estado como o quarto mais desmatado entre os estados da Amazônia Legal.

A Amazônia Legal, que engloba 59% do território brasileiro e nove estados (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e uma parte do Maranhão), testemunhou em 2023 uma redução nos índices de desmatamento em Porto Velho.

A capital registrou 263,74 km² de áreas desmatadas, o menor valor desde 2014, quando foram desmatados cerca de 221,92 km².

Apesar da queda significativa, Porto Velho permanece como o terceiro município com o maior acumulado de desmatamento na Amazônia Legal entre 2008 e 2023, evidenciando a necessidade contínua de monitoramento e esforços para preservação ambiental.

Veja lista completa abaixo:

1 – Altamira (6.445,06 km²)

2 – São Félix do Xingu (5.836,89 km²)

3 – Porto Velho (5.096,88 km²)

4 – Lábrea (3.908,07 km²)

5 – Novo Progresso (2.910,96 km²)

6 – Apuí (2.908,54 km²)

7 – Colniza (2.878,13 km²)

8 – Pacajá (2.813,58 km²)

9 – Novo Repartimento (2.812,58 km²)

10 – Itaituba (2.533,49 km²)

Fonte: https://www.rondoniaovivo.com/noticia/geral/2024/01/20/boa-noticia-rondonia-registra-menor-taxa-de-desmatamento-dos-ultimos-10-anos.html

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias