Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
quarta-feira, junho 19, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Ladrões furtam fiação de estrada logo após Prefeitura revitalizar iluminação

Após a conclusão de todo o trabalho de restabelecimento da iluminação da estrada 13 de Setembro, popularmente conhecida como estrada dos Japoneses, a via mais uma vez foi alvo de vandalismo. Um novo furto que aconteceu no último final de semana deixou a estrada, que teve a iluminação revitalizada na semana passada, mais uma vez no escuro.

Segundo o presidente da Empresa de Desenvolvimento Urbano de Porto Velho (Emdur), Gustavo Beltrame, assim que foi concluído o serviço de iluminação da estrada, a Emdur identificou uma nova ocorrência de vandalismo que mais uma vez danificou o sistema. A estrada é uma importante via que conecta vários bairros da zona Sul, como Aeroclube e Castanheira, sendo acesso também ao setor chacareiro, onde residem dezenas de famílias de pequenos produtores.

“A população mais uma vez está sendo a vítima, pois o dinheiro da Cosip é revertido em iluminação. Nós ficamos incansavelmente trabalhando para restabelecer a iluminação devido a um furto mais antigo, pois é uma via importante e infelizmente não durou. Criminosos foram lá e furtaram de novo os cabos. Isso é muito triste, porque a gente tem que deixar de fazer um serviço para voltar no local que a gente já tinha feito e estava restabelecida a iluminação”, explicou o presidente, justificando que precisou deslocar a equipe que trabalhava na modernização do Cristal da Calama, prejudicando assim os cronogramas de avanço dos serviços na capital.

Somados os últimos três anos, a Emdur teve um prejuízo de cerca de R$ 5 milhões em material furtado, fora os custos de mão de obra e logística. Gustavo ainda explica que, em alguns casos após o furto, a revitalização se torna mais complexa. “Um exemplo é a passarela do Espaço Alternativo. Ali é de responsabilidade do Governo do Estado, mas a Prefeitura de Porto Velho sempre mantém aquele espaço iluminado. Eles furtaram os cabos de dentro da passarela e agora, para restabelecer aquilo, tem que cortar, chamar serralheiro, entrar lá dentro, achar aonde foi rompido o cabo pra reconectar. Então realmente é muito complexo”.

Combate

Porto Velho conta com a Lei 2.540/2018 de 29 de agosto de 2018 que dispõe sobre a comprovação da origem dos materiais metálicos recicláveis e cadastro de fornecedores. A lei determina que as empresas que desenvolvem atividades comerciais como recicladores, que compram material metálico pra reciclagem, que exercem a atividade de recuperação de materiais metálicos, que operam com o comércio de ferro velho ou sucatas e que comercializam baterias e transformadores usados, localizadas no município, devem manter registros que comprovem a origem dos fios de cobre e metálicos em geral e outros materiais adquiridos.

Várias ações foram realizadas em parceria com as Polícias Civil e Militar, de fiscalização em estabelecimentos de compra de sucata, baseadas nesta lei. A Emdur também tem concretado, quando possível, o cabeamento, e assim dificultando o acesso de criminosos aos fios.

A população, a qualquer atitude que levante suspeita, como pessoas sem uniforme subindo em postes ou cavando próximo a eles, deve acionar a polícia através do 190.

Fonte: Rondoniagora

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias