Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
quarta-feira, junho 19, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Tio e sobrinho assassinados no Acre são de Rondônia, filho e neto de ex-policial civil de RO

Acrelândia amanheceu com uma notícia chocante na segunda-feira (6). Os corpos de Naezio da Silva Santos e Dalberson da Silva Santos foram encontrados mortos nas primeiras horas da manhã, ambos com perfurações de tiros na cabeça, na rodovia estadual AC-475, localidade conhecida por Ramal Samaúma.

A motoneta Honda Biz com placa de Plácido de Castro, que era ocupada pelas vítimas, foi encontrada ao lado dos corpos. A Polícia Militar foi comunicada do crime, e a Polícia Civil de Acrelândia, sob a responsabilidade do delegado Dione Lucas, investiga o duplo homicídio.

Origem das Vítimas

Naezio e Dalberson são do município de Mirante da Serra, localizado na região de Ouro Preto do Oeste, em Rondônia. Naezio era filho e Dalberson neto do ex-policial civil Joaquim Raimundo da Silva, popularmente conhecido por “Joaquim Aranha”, que trabalhava na delegacia civil de Mirante da Serra.

Histórico Criminal

Em 2017, Joaquim Aranha e o filho Naezio foram submetidos a Júri Popular após a Polícia Civil descobrir que a pistola do ex-servidor administrativo da instituição, que se valia da função de policial civil, tinha sido usada em dois homicídios ocorridos em Mirante da Serra e Ouro Preto do Oeste.

As vítimas foram Jeovani Arrabal, genro de Joaquim Aranha e irmão do farmacêutico Juarez Arrabal de Ouro Preto do Oeste, assassinado em 7 de novembro de 2014, e Alex Flávio de Oliveira, que lidava com comércio de compra e venda de gado em Mirante da Serra, assassinado em 31 de janeiro de 2013.

Após o julgamento, Joaquim Aranha foi condenado pela morte do genro enquanto o filho foi condenado pela morte de Alex Flávio. Ambos cumpriram penas, e ganharam benefício da liberdade condicional. Joaquim Aranha se mudou para o Acre, o filho foi também, enquanto o neto teria ido apenas passear.

Investigação em Andamento

A investigação sobre o duplo homicídio está em andamento. A Polícia Civil busca entender as circunstâncias que levaram à execução sumária de tio e sobrinho. Informações preliminares indicam que ambos teriam participado de uma festa na noite de domingo.

POR: CORREIO CENTRAL RO EDIÇÕES | PLANETA FOLHA

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias