Governo de Rondônia - Institucional
quarta-feira, julho 17, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Incêndios: RO tem maior número de queimadas em 8 anos no 1º semestre

Na noite de domingo (07) os moradores do conjunto habitacional Cristal da Calama, em Porto Velho, viveram momentos pânicos com uma grande queimada que aproximava das casas. Na semana passada, na comunidade rural Terra Santa, o fogo devastou plantações e quase queimou casas de chacareiros. Situações como essas tendem a crescer nesse período de seca intensa.

Em Rondônia, os focos de queimadas registrados de janeiro a junho de 2024 são maiores do que os observados em qualquer primeiro semestre dos últimos oito anos, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Esses focos ativos são identificados em tempo real por satélites, conforme informado pelo INPE.

De acordo com os dados do “Programa Queimadas” do INPE, no primeiro semestre de 2024, Rondônia registrou 465 focos de queimadas, um aumento de 50% em comparação ao mesmo período de 2023.

Este é o pior primeiro semestre desde 2016. Em 2024, junho apresentou o maior número de focos registrados no estado, com 183 ocorrências, o maior acumulado para o mês nos últimos cinco anos, ficando atrás apenas de 2019, quando foram registrados 170 focos em junho.

Em contrapartida, janeiro teve o menor número de registros, com 39 notificações, seguido de fevereiro.

Na Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão), foram registrados 22.058 focos de queimadas de 1º de janeiro a 1º de julho de 2024.

Para que um foco seja detectado pelos satélites de órbita, ele precisa ter pelo menos 30 metros de extensão por 1 metro de largura. No caso dos satélites geoestacionários, a frente de fogo precisa ser duas vezes maior para ser localizada, conforme informações do INPE.

Denúncias:

De acordo com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental de Rondônia (Sedam), para denunciar queimadas na zona rural, é necessário entrar em contato com o órgão pelos seguintes meios de comunicação:

– Telefone: 0800 666 1150
– E-mail: ouvidoria@sedam.ro.gov.br
– Plataforma: Fala.BR
– WhatsApp da Ouvidoria Ambiental: (69) 98482-8690 (para dúvidas e informações).

Para focos em áreas urbanas, os moradores devem contatar a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) do município. Em Porto Velho, as denúncias de queimadas podem ser feitas pelo WhatsApp, no número (69) 98423-4092.

É importante que os moradores enviem o máximo de provas possíveis, como fotos, vídeos e a localização correta, para que a equipe possa chegar a tempo para o flagrante. Em caso de incêndios, a população deve ligar para 193 (Corpo de Bombeiros).

Fonte: https://www.rondoniaovivo.com/noticia/geral/2024/07/08/e-fogo-ro-tem-maior-numero-de-queimadas-em-8-anos-no-1o-semestre.html

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias