Governo de Rondônia - Doação de Sangue
Governo de Rondônia - Institucional
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Número de casos de estupro é considerado alarmante em RO

Nesta quarta-feira (18) é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil. Em Rondônia, os números de casos registrados nessa natureza se mantêm em alta desde 2022.

No ano passado foram registrados cerca de 5 mil casos de crimes contra menores, de acordo com um levantamento feito pela Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) e os crimes mais recorrentes foram lesão corporal, fora ou dentro de casa, estupro de vulnerável e ameaça.

A situação em 2023 é considerada alarmante em alguns municípios do estado. Segundo a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente, em Vilhena (RO), atualmente estão abertos cerca de 500 casos de exploração ou abuso à crianças e adolescentes.

Em Ariquemes (RO), no primeiro quadrimestre de 2023, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) registrou mais de 120 atendimentos a casos de violência sexual contra menores.

Segundo o Creas, com base na análise dos casos, foi identificado que meninas entre 0 e 12 anos são as principais vítimas dos abusos sexuais.

Como identificar sinais de abuso?

É importante observar mudanças de comportamento, alterações de humor, proximidade excessiva com alguma pessoa, segredos e o silêncio predominante.

  • Medos excessivos;
  • Queda repentina no rendimento escolar;
  • Agressividade;
  • Ansiedade;
  • Automutilação;
  • Distúrbios do sono;
  • Sentimento de culpa;
  • Confusão;
  • Brincadeiras sexualizadas;
  • Masturbação compulsiva;
  • Comportamentos regressivos como xixi na cama;
  • Temas sexuais em desenhos e jogos.

A campanha Maio Laranja existe para conscientizar a população sobre a importância do combate aos crimes e aponta a denúncia como a principal forma de frear o avanço dos abusos.

Como denunciar?

Casos de crimes contra a criança e adolescente podem ser feitos diretamente ao Conselho Tutelar, na Polícia Civil, pelo número 197, ou 190, em caso de flagrante.

  • Vilhena: R. K, 2-146 – Jardim Eldorado, Vilhena – RO, 76980-000.
  • Ariquemes: Travessa Marte, 150 St – Grandes Áreas, Ariquemes – RO, 78933-125.
  • Porto Velho: R. Raimundo Cantuária, 6888 – Lagoinha, Porto Velho – RO, 76829-630.

Também é possível procurar ajuda diretamente nas delegacias especializadas em proteção à criança e ao adolescente.

Fonte: g1-RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias