Governo de Rondônia - Institucional
Governo de Rondônia - Doação de Sangue
quinta-feira, abril 25, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Mais de 25 mil pessoas sofrem com falta de água após seca histórica de rio no interior de Rondônia

A seca do rio Palmeiras, em Espigão d’Oeste (RO), suspendeu os serviços de abastecimento de água da população. Desde quarta-feira (25), as máquinas de captação de água tiveram que ser desligadas pela Caerd e a população, estima pelo IBGE em mais de 25 mil, está sem acesso a água a quase uma semana.

De acordo com o prefeito Wéliton Pereira, um comitê de crise foi criado para tentar solucionar o problema.

Para tentar conter a crise, o abastecimento de água está sendo feito por meio de caminhões pipas, com água disponibilizada por municípios vizinhos. Segundo a administração pública, cerca de 1 milhão de litros de água estão sendo enviados diariamente para o município.

“O comitê está propondo formas de contratar empresas para fazer estudo para perfuração de poços, pra gente momentaneamente resolver o problema”, disse em entrevista à Rede Amazônica.

Na terça-feira (24), a prefeitura do município decretou estado de calamidade pública, após a forte e histórica estiagem afetar o manancial do rio Palmeiras, único rio que é usado na captação e distribuição de água no município.

De acordo com a prefeitura, a falta de água, tanto para o consumo humano quanto para o uso nas plantações e no trato de animais “se prolonga sem definição de recuperação”.

Por g1 RO e Rede Amazônica

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias