Governo de Rondônia - Doação de Sangue
Governo de Rondônia - Institucional
domingo, março 3, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

REVIRAVOLTA: Câmeras de segurança flagram consumidora adulterando peso de legumes

Nesta quarta-feira (10), Rondoniaovivo divulgou uma suposta denúncia feita por uma consumidora que se identifica nas redes sociais como Dri Frota.

Ela teria dito que as balanças do supermercado Meta 21 da Avenida Abunã, no Bairro Embratel, estariam com problemas, pois ela teria comprado um pimentão que teria pesado 500 gramas e duas cabeças de alho com 498 gramas.
Veja mais

Diante das alegações, o supermercado Meta 21 divulgou relatório de fiscalização do Procon e do IPEM que revelam que não há nenhuma irregularidade nas balanças do estabelecimento.

Também por conta disso, registrou boletim de ocorrência contra a consumidora, além de entrar com ação de danos morais contra Adriana da Frota Rodrigues (Dri Frota) pelas denúncias infundadas.

“Vários vídeos ‘stories’ divulgando informações inverídicas sobre a prática comercial das partes autoras, sendo provado nos autos com diversas gravações em vídeos, fotos e o mais grave, sendo publicado em uma rede social de jornalismo de Porto Velho com página também no Instagram – @noticiasportovelho”, aponta a petição inicial protocolada no Poder Judiciário.

O Meta 21 também enviou vários vídeos ao Rondoniaovivo onde fica claro que Adriana Frota colocou na bandeja da balança um copo de requeijão que ajuda a adulterar o peso dos produtos que ela teria comprado e supostamente teria sido alterado o peso final.

“Ocorre excelência que para infelicidade da parte requerida, o Procon/RO apurando a representação feita pela própria requerida realizou a fiscalização e constatou que inexistia qualquer irregularidade em todas as balanças, ou seja, não havia qualquer motivo que justificasse o ‘cancelamento virtual’, inclusive compartilhando falsas acusações com milhares de consumidores”, destaca a defesa da empresa.

Por isso, além das medidas criminais, o supermercado Meta 21 pede ao Poder Judiciário de Rondônia uma indenização de 10 mil reais pagas por Adriana da Frota Rodrigues.

O supermercado ainda destacou ao Rondoniaovivo que “será disponibilizado à justiça 24h de filmagem, atestando que do momento em que ela esteve na loja até a chegada do Procon ninguém alterou as balanças e que será exigido retratação pública pela exposição indevida da empresa”.

 

Fonte: https://www.rondoniaovivo.com/noticia/policia/2024/01/10/reviravolta-cameras-de-seguranca-flagram-consumidora-adulterando-peso-de-legumes.html

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias