Governo de Rondônia - Institucional
sexta-feira, julho 12, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Nove pessoas são denunciadas por impedir polícia de apreender trator utilizado em crime ambiental em RO

Nove pessoas foram denunciadas à Justiça de Rondônia por instigar um tumulto que impediu a Polícia Ambiental de apreender um maquinário que era utilizado em crimes ambientais dentro do Parque Estadual Guajará-Mirim (RO), uma unidade de conservação de proteção integral.

O tumulto aconteceu no dia 27 de junho de 2022 em Jacinópolis, distrito de Nova Mamoré (RO). Mais de cem pessoas cercaram o maquinário em forma de “protesto”. Os policiais que participavam da abordagem foram atacados com pedras.

Os populares chegaram a atear fogo em pneus para impedir a passagem das viaturas da PM. Para dispersar a multidão, a polícia usou munição antimotim, como granadas de efeito menos letal e “balas de borracha”.

Vários vídeos registrados pelos próprios moradores mostram trechos da ação. Dezenas de pessoas – entre mulheres, homens e até mesmo crianças – cercam a pá carregadeira. Em outras imagens, pessoas correram ao som dos disparos da munição antimotim.

Segundo a denúncia do MP, as nove pessoas denunciadas são lidas como “líderes” do motim. Eles instigaram moradores e comerciantes a participarem do movimento. Além disso, o grupo ameaçou e atacou os policiais.

Os pneus da pá carregadeira foram “furados” e várias mangueiras hidráulicas foram danificadas. O maquinário só foi apreendido dias depois, em outra ação da Polícia Ambiental.

Os envolvidos foram denunciados por obstruir e dificultar a ação dos órgãos ambientais de fiscalização.

Pá carregadeira teve pneus furados e ficou imobilizada, após motim feito pela população — Foto: Divulgação

Pá carregadeira teve pneus furados e ficou imobilizada, após motim feito pela população — Foto: Divulgação

Como a pá foi encontrada?

Uma equipe de inteligência da Polícia Militar localizou, através de satélites, duas máquinas causando desmatamento no Parque Estadual Guajará-Mirim. As duas foram localizadas no distrito de Jacinópolis: uma delas abandonada e sem o motor de partida, tornando inviável sua locomoção.

Maquinário flagrado danificando floresta no Parque Estadual Guajará-Mirim, em Rondônia — Foto: Divulgação

Maquinário flagrado danificando floresta no Parque Estadual Guajará-Mirim, em Rondônia — Foto: Divulgação

Ao longo dos anos, a região vem sofrendo devastação em decorrência da permanência de invasores no local. Os crimes mais recorrentes são extração ilegal de madeira, desmatamento, incêndio, pastagem, caça e pesca ilegal e grilagem de terras.

O outro maquinário – uma pá carregadeira – foi localizado estacionado em frente a uma borracharia. O motorista se apresentou aos policiais e confessou que estava dentro da unidade de conservação no dia anterior, “cortando bueiros” e “desmanchando pontes” quebradas. Ele recebeu voz de prisão e foi escoltado.

No entanto, segundo o registro policial, no momento de recolher o trator, várias pessoas foram cercando até somar mais de uma centena. Eles questionavam sobre o motivo da apreensão e diziam que o maquinário não seria levado. O documento narra também que várias pessoas carregavam pedras e pedaços de madeira.

Por g1 RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias