Governo de Rondônia - Institucional
domingo, julho 14, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Pittbull é resgatado com marca de tiro e sinais de tortura em RO

Um cachorro da raça Pittbull foi resgatado, na terça feira (14), com sinais de tortura e marcas de tiros em Rolim de Moura (RO). O Centro de Controle Zoonoses fez o resgate do animal e encaminhou para cuidados médicos.

O caso foi relatado por uma Organização não governamental de proteção aos animais. Segundo ele, o objetivo da pessoa era “abater” o animal. Segundo apurado pelo o g1, o caso ainda não foi registrado na polícia.

O pitbull estava abandonado na Linha 186, zona rural de Rolim de Moura (RO), a cerca de 4 km da cidade. No local, foram encontradas cápsulas de arma de fogo do calibre .32.

De acordo com o Centro de Controle Zoonoses, o denunciante que apontou a localização do cão relatou que uma caminhonete teria abandonado o cachorro ferido.

Chegando no local para fazer o resgate, os profissionais encontraram o cachorro com marcas de tortura, além de marca de tiro de arma de fogo. Ele foi levado ao Centro de Zoonoses, onde foi medicado pelos profissionais.

Um dos olhos do pitbull foi perfurado, mas, segundo a responsável pelo o animal, a visão não foi afetada. O cão deve passar por exames de Raio-x para saber se ele teve alguma fratura pelo o corpo depois das agressões.

Pitt bull é sendo cuidado após ser encontrado com sinais de maus tratos e tortura em zona rural de RO — Foto: Reprodução/redes sociais

Pitt bull é sendo cuidado após ser encontrado com sinais de maus tratos e tortura em zona rural de RO — Foto: Reprodução/redes sociais

Como denunciar?

De acordo com o Advogado e vice-presidente da Comissão de Proteção dos Animais da OAB, Caio Ferreira do Nascimento, casos de maus tratos contra são comum no estado. A ação está prevista em lei e é configurada como crime, com pena de prisão e multa.

O advogado ressalta a importância da população denunciar casos de violência contra animais domésticos, para que esses autores sejam identificados e punidos. A denúncia pode ser feita de forma anônima:

  • Polícia Civil: 197
  • Telefones fixos: (69) 3229-5395 e 3226-1188
  • Whatsapp: (69) 98418-7820

Por Luciana Kuster, Rede Amazônica

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias