Governo de Rondônia - Institucional
quarta-feira, julho 17, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Dupla é presa com 25 pedras de diamantes retirados ilegalmente de Terra Indígena em Rondônia

Duas pessoas foram presas por transportar 25 pedras de diamantes que teriam sido retiradas ilegalmente da Terra Indígena Roosevelt, em Rondônia. De acordo com a Polícia Federal (PF), os suspeitos venderiam as pedras em Cacoal (RO), cidade onde foram presos no domingo (17).

A prisão foi realizada depois de uma denúncia anônima. Segundo a PF, uma equipe de federais, com o apoio da Polícia Militar (PM-RO) intensificaram as fiscalizações na região e por isso, foi possível localizar a dupla.

Os suspeitos foram encaminhados para a Polícia Federal de Pimenta Bueno, município que fica a 43 km da cidade onde foram presos. De acordo com a PF, após exame de corpo de delito, a dupla foi levada à Cadeia Pública de Cacoal.

Reserva Roosevelt

A reserva Roosevelt, de onde os diamantes foram extraídos, tem uma área de 231 mil hectares e fica localizada entre a divisa de Rondônia e Mato Grosso. Na área existem dois povos indígenas, os Cinta Larga e o povo Suruí.

Os grupos estão localizados administrativamente em quatro áreas: Terra Indígena Roosevelt, Parque Aripuanã, Terra Indígena Aripuanã e Terra Indígena Serra Morena, com cerca de 1.086 pessoas nas quatro áreas, conforme senso de 2000.

Um estudo da Associação de Defesa Etnoambiental – Kanindé, aponta que as terras indígenas do povo Cinta Larga, principalmente a terra Aripuanã, é uma das maiores jazidas de kimberlito do mundo. Kimberlito é considerada a rocha matriz do diamante.

Por g1 RO

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias