Governo de Rondônia - Institucional
domingo, julho 14, 2024
Prefeitura de Pimenta Bueno

Família desafia alegações de su1cíd1o em trágico acidente na BR 364 que matou garota de 13 anos

A família e os amigos de Pamela Talita Garcia de Sousa, uma adolescente de 13 anos que morreu em um acidente na BR 364, estão questionando as alegações iniciais de que ela teria se jogado embaixo de uma carreta. A tragédia ocorreu perto do distrito do Guaporé, a cerca de 90 km de Vilhena.

Relatos iniciais sugeriam que Pamela estava enfrentando crises de depressão, o que poderia ter levado ao trágico incidente. No entanto, uma profissional de saúde local que conhecia Pamela pessoalmente contestou essas alegações, afirmando que nunca percebeu quaisquer sinais de problemas psiquiátricos na jovem.

Além disso, um amigo da família apontou que Pamela não foi esmagada, como seria de se esperar se ela tivesse se jogado sob o veículo. Em vez disso, a causa da morte foi uma fratura no pescoço, sugerindo que ela pode ter sido atingida pela carreta.

Pamela, filha de uma cozinheira desempregada, morava com a mãe e uma irmã mais nova de 8 anos. Seus avós também viviam no mesmo terreno. O corpo de Pamela será sepultado hoje na cidade de Chupinguaia.

O acidente ocorreu em um trecho da rodovia federal conhecido por ser perigoso, onde uma gestante foi atropelada e morta por um caminhão há alguns anos. Os moradores locais têm pedido a instalação de faixas de pedestres e mais redutores de velocidade para evitar futuros incidentes.

Testemunhas do acidente afirmaram que Pamela estava atravessando a BR 364 e que o caminhoneiro não conseguiu evitar o choque. O motorista da carreta permaneceu no local até a chegada da polícia. “Tudo indica que foi mesmo um triste acidente”, disse um morador local.

POR: FOLHA DO SUL ONLINE*

Mais Lidas

Mais Notícias

spot_img

Últimas Notícias